Postagens

Vitórias em defesa da democracia nas unidades de ensino da capital

O SINDSERM conseguiu na justiça liminares garantindo a participação nas eleições para as Direções de Escolas e CMEIs de chapas que tiveram inscrições indeferidas pela Comissão Eleitoral Central nas seguintes unidades de ensino:
E.M. Maria do Socorro CMEI Luiz Gonzaga Pires E.M. Bom Samaritano E.M. Velho Monge
Obs.: Os processos do CMEI Tia Tânia e Darcy Araújo de Carvalho ainda serão julgados.
Deram um prazo de inscrição das chapas curtíssimo, com um fim de semana no meio. Antes disso, excluíram as escolas de tempo integral e as unidades novas com a ajuda de vereadores. Em seguida, ainda indeferiram várias inscrições de chapas, dando um tempo curtíssimo para acionar a justiça. O SINDSERM recorreu ao Oficial de Justiça para notificações. A notificação chegou no início da tarde desta quinta-feira, dia 6 de dezembro, na SEMEC.

NACIONAL | Bolsonaro diz que é “difícil ser patrão” no Brasil e defende aprofundar Reforma Trabalhista

Falta pouco menos de um mês para Jair Bolsonaro (PSL) assumir a presidência do Brasil, mas a depender de medidas já anunciadas e declarações, os trabalhadores podem se preparar, pois mais ataques aos direitos vêm por aí. Em reunião com parlamentares do MDB, em Brasília, nesta terça-feira (4), o presidente eleito defendeu um “aprofundamento” da Reforma Trabalhista, aprovada no governo de Temer. De acordo com Bolsonaro, é “horrível” ser patrão no Brasil com a legislação atual.

“Quero cumprimentar quem votou na reforma trabalhista. Devemos aprofundar isso daí. Ninguém mais quer ser patrão no Brasil, é horrível ser patrão no Brasil com essa legislação que está aí. Nós queremos, através do parlamento, mudando as leis, fazer com que nós tenhamos prazer de ver pessoas investindo no Brasil e pessoas dentro do Brasil acreditando no seu potencial”, disse.
Mais tarde, em entrevista coletiva, ele disse que ainda está estudando as reformas que quer fazer, mas repetiu uma frase que já falou várias …

SINDSERM realiza no dia 14 de dezembro Seminário sobre Reforma da Previdência em conjunto com outros sindicatos

Imagem

Reunião do Coletivo de Gênero e Classe do SINDSERM acontece na próxima quinta-feira (06)

Imagem

SINDSERM participa de debate "Escola Sem Mordaça" promovido pela ADCESP

Imagem
As diretoras do SINDSERM, Francilene Nascimento e Andreia Vanessa, estiveram na manhã de hoje (30) representando a diretoria do Sindicato no debate promovido pela ADCESP (Sindicato de docentes da UESPI) com tema "Escola Sem Mordaça".
O evento homenageou os 50 anos de “Pedagogia do Oprimido”, obra de Paulo Freire, e apresentou um debate com o tema central, facilitado pelos professores: Mestra Rebeca Hennemann e Doutor Radamés Rogério.
O momento contou com a participação de docentes da Universidade, estudantes, representantes de organizações políticas e professores do município de Teresina. A proposta foi levar os participantes para uma reflexão sobre os ataques que podem ser fortalecidos com a aprovação do projeto "Escola Sem Partido" e os desafios para as estratégias de resistência e organização da classe trabalhadora, especialmente aos profissionais da educação.
E para fortalecer os debates contra os ataques à classe trabalhadora e organizar as diversas categorias pa…

Mobilização para a Assembleia Geral do dia 14 de dezembro

Imagem
A próxima Assembleia Geral com Paralisação acontece no dia 14 de dezembro. A assembleia acontecerá a partir das 8h no Teatro de Arena da Praça da Bandeira.
Pautas:  Informes Campanha Salarial 2019 Plano de Lutas do SINDSERM Relatório da Comissão de Investigação - V CONSERM Eleições para direções de escolas e CMEIs IPMT Saúde (fator moderador e auditoria) Seminário sobre Reforma da Previdência Outros assuntos.

As mobilizações nos locais de trabalho continuam com o chamado para a Assembleia Geral e para as demais atividades da agenda de lutas do SINDSERM. No dia 14 também ocorrerá o Seminário sobre Reforma da Previdência. 



SINDSERM participa de Seminário Jurídico Nacional da CSP-Conlutas e Coordenação Nacional

Imagem
Ariadne Farias e Cayro Burlamaqui, da Assessoria Jurídica do SINDSERM, estão na cidade de São Paulo participando do Seminário Jurídico Nacional da CSP-Conlutas que começou na quinta-feira (22). O evento tem como tema: “Fortalecer o classismo e as lutas contra a desregulamentação neoliberal dos direitos”.

O seminário foi chamado para discussão do cenário de desregulamentação de direitos trabalhistas e sindicais no país pós-Reforma Trabalhista e agenda neoliberal de ajustes dos governos e, acima de tudo, organizar e fortalecer a ação da CSP-Conlutas e suas entidades para enfrentar esse cenário.

A programação do encontro inclui temas como a análise e discussão das leis 13.467/17 (Reforma Trabalhista) e da terceirização ilimitada, suas consequências e como enfrentá-las, os desafios das negociações coletiva e individual, os ataques ao funcionalismo e ao serviço público, com a EC 95; as reformas previdenciárias; a desconstrução das normas de Saúde e Segurança do Trabalho.

E a partir desta s…