Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

50 anos do Golpe Militar no Piauí: DITADURA NUNCA MAIS

Informe sobre reunião com a secretaria Mauricéia Neves na (SEMTCAS) Secretaria Municipal do Trabalho, Cidadania e Assistência Social.

No dia 26 de março, parte da diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresina (SINDSERM) foi recebida pela secretária municipal do trabalho, cidadania e assistência social (SEMTCAS) Mauricéia Neves. A reunião foi agendada com a finalidade de cobrar soluções e explicações para as péssimas condições de trabalho verificadas em alguns Centros de Referência da Assistência Social – CRAS, em especial o CRAS leste II e CRAS Sul II, além de discutir soluções para o risco pessoal e social em que os servidores dos CRAS estão exercendo sua profissão. Não há segurança, recursos humanos, estrutura física, equipamentos e transporte adequado para garantir a qualidade na oferta do serviço à população usuária da assistência social. Na reunião foi pautado também o exorbitante número de comunidades atendidas por cada CRAS e a situação da servidora Maria Luisa Lima que se encontra em processo de adoecimento devido às condições de trabalho impostas e ao medo decorrente da ausência d…

Pessoal vamos ler esse texto do Francisco Cavalcante para reforçar nossa organização enquanto classe.

Texto para reforça a luta de classes

Todos sabemos, pela própria experiência cotidiana,que nossa sociedade está repleta de contradições;que quando uns vivem muito bem,desfrutando de todo luxo e mordomias ,os outros não têm se quer a alimentação básica diária;e que esta divisão econômica e social acaba por afetar todos os ramos da vida:a justiça,o lazer,o acesso à cultura,etc. Muito embora os patrões e o governo ,com auxílio de seus ideólogos ,de sua propaganda e da igreja,tentem nos fazer crer que “somos todos iguais “ e “temos todos os mesmos direitos”,a simples observação da vida em torno de nós revela que isto não passa de farsa. A sociedade não está composta por “irmãos” com ‘direitos iguais”,mas sim por grupos de homens com diferentes aspirações ,grupos que travam entre si constantes combates em defesa de seus interesses específicos:são as classes sociais.
Segundo Lênin,chamamos ‘classes sociais aos grupos de homens que se diferenciam entre si pelo lugar que ocupam num sistema his…

SEMINÁRIO LEI 11.738 X PORTARIA 481/2013 PARTICIPE! O Debate de idéias fortalece o embate político contra o opressor!

Imagem

NO 11 DE ABRIL DIA DA INFÂMIA MUNICIPAL TEM ASSEMBLEIA GERAL DAS(OS) SERVIDORAS(AS) MUNICIPAIS. Teatro de arena, 8 horas. Pauta: Informes; Campanha salarial 2014; Indicativo de greve geral; Outros assuntos de interesse da categoria. A história se repete. 11 de abril é chamado pelas(os) servidoras(es) públicas(o) municipais de Teresina de o DIA DA INFÂMIA MUNICIPAL. A data lembra o fatídico 11 de abril de 2002, dia em que as tropas da PM, fortemente armadas, investiram contra as(os) trabalhadoras(es) a mando do prefeito Firmino Filho (PSDB), do então presidente da Câmara Municipal Fernando Said (PSDB) e do governador na época Hugo Napoleão (PSD). A história se repete, no dia 17 de março de 2014 novamente as(os) servidoras(es) municipais foram rechaçados de um prédio público por conta da truculência dos tucanos teresinenses, novamente Firmino Filho (PSDB), e seu secretário de administração Charles Max, mandou a PM despejar gás de pimenta no rosto das(os) trabalahdoras(es). É por isto que esta categoria não nutre nenhuma ilusão de conciliar com os patrões e por isto nunca foge da luta!

Imagem

Servidores municipais de Teresina fazem protesto na Frei Serafim

Imagem
As servidoras e os servidores públicos municipais de Teresina de todos os setores (STRANS, educação, saúde, administrativos, dentre outros) reuniram-se em Assembleia Geral com paralisação na manhã desta quarta-feira (19/03), no Teatro de Arena, para deliberarem sobre a pauta de reivindicações protocolada para o prefeito Firmino Filho (PSDB) e aos constantes ataques sofridos pela categoria e pelo SINDSERM. Após a assembleia, seguiram em passeata pelo centro de Teresina e protestaram em frente à Prefeitura Municipal - PMT e Secretaria de Administração – SEMA, contra o uso da força policial na manifestação de segunda-feira (17/03), bem como a apropriação indébita do desconto sindical por parte da PMT.
A passeata seguiu até o Palácio de Karnak, onde denunciaram as péssimas condições de trabalho das escolas estaduais e a utilização da Polícia Militar  para a repressão dos movimentos sociais. A manifestação continuou até a avenida Frei Serafim ("avenida dos Indignados", como ficou…

ASSEMBLEIA GERAL, quarta, 19, a partir das 8 horas.

Imagem

Parecer sobre as seis assembleias no magistério municipal

PARECER DA ASSESSORIA JURÍDICA DO SINDSERM TERESINA  RATIFICANDO O DIREITO LÍQUIDO E CERTO DOS SERVIDORES  DO MAGISTÉRIO À PARTICIPAÇÃO EM ATÉ 6 ASSEMBLEIAS DA CATEGORIA.

17,18,19 DE MARÇO!!!! 43% DE PERDAS SALARIAIS; PORTARIA 481 QUE ALTERA A HORA AULA DE 50 PARA 60 MINUTOS; REAJUSTE LINEAR A TODOS OS SERVIDORES MUNICIPAIS; REBAIXAMENTO DO PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO; VENCIMENTO BÁSICO DOS SERVIDORES ADMINISTRATIVOS ABAIXO DO SALÁRIO MÍNIMO. SUCATEAMENTO,E PÉSSIMAS CONDIÇÕES DE TRABALHO NA STRANS. RAZÕES PRA LUTAR TEMOS DE SOBRA! PARTICIPE! AVANTE NA LUTA TRABALHADORES E TRABALHADORAS!

Imagem

AVANTE TRABALHADORES! LUTAR POR NOSSOS DIREITOS É EXERCER NOSSO DEVER DE CIDADÃOS! 17,18 E 19 DE MARÇO VAMOS MOSTRAR TODA NOSSA INDIGNAÇÃO NESTE PAÍS QUE PRIORIZA A COPA MAS DIZ NÃO TER DINHEIRO PARA INVESTIR EM SAÚDE,SEGURANÇA E EDUCAÇÃO! VAMOS AS RUAS DESAFINAR O CORO DOS CONTENTES

Imagem

PREFEITURA DE TERESINA PÕE A MÃO NO DINHEIRO DO SINDSERM

Imagem
Como retaliação à derrota da chapa oficial nas eleições do SINDSERM, Prefeitura de Teresina “desfilia” servidores.


A Prefeitura Municipal de Teresina já algum tempo vem tomando deliberadas medidas de perseguição ao SINDSERM. Isto já acontecia na gestão anterior, que se notabilizou pela sua combatividade, e agora se repete após a eleição da nova diretoria, que irá manter o mesmo espírito combativo. A PMT, que ainda deve ao SINDSERM o imposto sindical de 2004, numa atitude evidente de boicote a este sindicato, não repassou o valor da contribuição dos filiados referente ao mês de janeiro de 2014, dinheiro este descontado voluntariamente no contracheque do servidor.  Não contentes, os tucanos da administração municipal de Teresina, sequer fez recolhimento da contribuição no vencimento do mês de fevereiro, “desfiliando” assim de forma ilegal boa parte dos servidores municipais. Esse jogo da Prefeitura já fora implementado em épocas passadas.  Quem não se lembra quando a mesma coisa acontec…