Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2016

Todos e todas à assembleia sexta, 6 de maio às 8:30 em frente à prefeitura.

Os vereadores de Teresina aumentaram o próprio salário e ganham mais de R$18000. Alguns secretários do prefeito Firmino Filho ganham mais de R$40000. Enquanto isso, o prefeito parcelou o reajuste em três vezes. Isso é calote! 3,5% não dá! Todos nós, servidores de nível fundamental e médio da saúde, recebemos apenas R$698,00 de vencimento. E inda mais grave, é a situação dos servidores que trabalham 40h à mais por mês e recebem os R$698. Isso é um absurdo! Nosso direito ao avanço na carreira não sai do papel. São só promessas e propaganda do prefeito. Mas o pior de tudo é falta de condições de trabalho. Nos CRAS e CREAS, onde a população mais carente vai em busca das políticas públicas, a situação é deprimente. Falta tudo, até cadeira. Prefeito, esses problemas são graves e inadiáveis. É responsabilidade da sua gestão que os resolva para que a população tenha o serviço público que merece. Todos e todas à assembleia sexta, 6 de maio às 8:30 em frente à prefeitura.

Servidores de Teresina marcam presença no 1º de Maio e denunciam salários de vereadores

Imagem
A delegação do Piauí marcou presença no 1º de Maio da Avenida Paulista, em São Paulo, organizado pelo Espaço de Unidade de Ação. Vieram com dois ônibus cheios e a participação principal dos Servidores Públicos Municipais de Teresina em greve contra os baixos salários e o aumento salarial vergonhoso aprovado aos vereadores.
Os vereadores de Teresina aumentaram o próprio salário e agora ganham mais de R$18 mil. Alguns secretários do prefeito Firmino Filho ganham mais de R$40 mil. Por outro lado, os servidores de nível fundamental e médio da saúde, recebem apenas R$698,00 de vencimento. A categoria está em greve contra salários rebaixados e o reajuste de apenas 3,5% oferecido pela prefeitura, parcelado em três vezes.  
A categoria diz ainda a situação degradante dos servidores com as jornadas exaustivas de trabalho e denunciam a inexistência de plano de carreira. Reclamam das condições de trabalho, e quem mais sofre é a população pobre que depende dos serviços públicos.   Nesta sexta-feir…

1º de Maio na Paulista | SINDSERM denuncia ataques aos servidores municipais de Teresina

Imagem
O SINDSERM já está na Av. Paulista, um dos principais centros econômicos do país, para somar forças com milhares de outros trabalhadores, sindicatos, movimentos sociais, estudantis e populares, que buscam uma alternativa para a classe trabalhadora, diante desse cenário de crise econômica, corrupção e retirada de direitos. São milhares de trabalhadores, de todo o país, que tomaram a Avenida Paulista em defesa dos diretos e contra os ataques dos governos.
Estamos há mais de um mês em greve, fazendo denúncias diárias contra os ataques do Prefeito Firmino ao direito dos trabalhadores. Só que os ataques que sofremos não vêm apenas do Prefeitura. Existe uma política nacional de desvalorização dos servidores públicos e de privatização, que nos afeta diretamente. O Dia 1º de Maio na Paulista foi um movimento nacional, que reuniu diversos sindicatos e movimentos sociais do país, onde o objetivo comum era se contrapor a essa política de desvalorização e fortalecer a classe trabalhadora.






1º de Maio | Dia de Luta e Resitência

Imagem
Nessa data, o SINDSERM saúda todos(as) os(as) Servidores(as) Públicos(as) Municipais de Teresina! A classe trabalhadora tem muitos motivos para não considerar esse 1° de Maio como dia de festa e sim como dia de luta. Uma data tradicional de mobilizações em todo o mundo, mas que neste momento adquire um caráter específico no Brasil diante aos ataques que os trabalhadores vêm sofrendo. Força e ousadia para seguir firmes na luta!