Postagens

Mostrando postagens de 2018

Coordenação Nacional da CSP-Conlutas reúne-se dias 17, 18 e 19. Conjuntura e eleições são temas de debate

A Coordenação Nacional da CSP-Conlutas, que reúne representantes eleitos nas entidades e movimentos filiados, realiza sua reunião bimestral esta semana, nos dias 17, 18 e 19. A reunião acontecerá no Hotel San Raphael, no Largo do Arouche, em São Paulo.
Trabalhadores e trabalhadoras discutirão a conjuntura e definirão o plano de ação e lutas para o próximo período.
Na pauta deste mês, a programação inclui debate sobre a situação internacional, com destaque para informes sobre a Nicarágua e Argentina, bem como o debate sobre a conjuntura no Brasil, que segue mergulhado numa grave crise social, com ataques dos governos e patrões e várias lutas dos trabalhadores.
Mas, com o início do processo eleitoral no Brasil, que já tem 13 candidaturas à Presidência da República definidas e as respectivas coligações e projetos para o país, a reunião também terá um tempo para debater o quadro. No campo das candidaturas de esquerda, foram convidados candidatos do PSTU, PSOL e de defesa do voto nulo par…

Participem da reunião do Coletivo de Gênero e Classe do SINDSERM!

Imagem
Quarta-feira (15) o Coletivo de Gênero e Classe do SINDSERM irá se reunir para debater questões importantes da organização dos setoriais de mulheres, negras e negros e LGBTQI+. 

Participem! 


Dia do Basta! Compareça à Assembleia Geral do SINDSERM

Imagem
A organização das mobilizações do Dia do Basta já está na reta final e a próxima sexta-feira (10) promete ser um forte dia de luta em todo o país. Há informes de paralisações, protestos e atos sendo organizados na maioria dos estados. Em Teresina, o SINDSERM realizará Assembleia Geral da categoria, a partir das 8h, no Teatro de Arena.
Trabalhadores da cidade e do campo, das mais variadas categorias, juventude, aposentados, mulheres, negras e negros, LGBTs, vamos realizar um dia de manifestações para dizer basta aos ataques dos governos e patrões. Vamos às ruas dizer basta de desemprego e de ataques à aposentadoria e aos direitos trabalhistas.
Levaremos também nossas bandeiras contra o preços abusivos dos combustíveis e do gás de cozinha, em defesa do serviço público, pela derrubada da Emenda Constitucional 95, que congelou os investimentos públicos no país, pela revogação da Reforma Trabalhista e da Lei da Terceirização, contra os atrasos de salários dos (as) servidores públicos e d…

Uma homenagem do Sindserm Teresina!

Imagem

Permitido acúmulo de três vínculos públicos para secretário de Educação, Kleber Montezuma

Imagem
A charge de Joaquim Monteiro mostra, através da arte, o que foi o resultado do julgamento do secretário (ilegal) de Educação de Teresina, Kleber Montezuma (PSDB). A sessão realizada ontem no Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) permitiu, em uma decisão inédita, a acumulação de três cargos públicos.

Contrariando o bem fundamentado Parecer da Pocuradora de Justiça Marta Celina, os desembargadores votaram a favor do secretário, ferindo o que determina a Constituição Federal. A Procuradora considerou desonesta, desonrosa e desleal a permanência do secretário no cargo da SEMEC.
Haverá recurso para a decisão e a luta continua! Dia 10 temos Assembleia Geral com Dia Nacional de Lutas em defesa do emprego, aposentadoria e direitos trabalhistas!
A partir das 8h, no Teatro de Arena. Confira no vídeo logo abaixo.

No Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, um chamado à luta contra o feminicídio e o extermínio das mulheres trabalhadoras

Ao enxergar nas referências de luta das mulheres, especialmente aqueles capítulos da história marcados pelas lutas das negras, percebemos que há ainda muito para avançar, exigir, reparar e visibilizar a resistência destas personagens pelo Brasil e pelo mundo. São vozes caladas por anos e vidas atingidas ainda mais brutalmente, tendo em vistas estatísticas de violência, desigualdade e opressão por toda a parte promovidas pelo capitalismo e seus agentes estruturais e ideológicos. 
Neste dia 25 de julho, data internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, celebra-se o aniversário do 1º Encontro de Mulheres Afro-latino-americanas e Afro-caribenhas, e  da criação da Rede de Mulheres Afro-latino-americanas e Afro-caribenhas. No Brasil, a data também relembra o dia da líder quilombola Tereza de Benguela. No centro desse calendário, mais do que marcar datas, é importante destacar a luta contra o racismo, xenofobia, machismo e as opressões de gênero e classe. 
A data deve servir …

Julgamento de Kleber Montezuma ocorrerá na quarta-feira, dia 25. Categoria estará presente a partir das 7h30 no Tribunal de Justiça

Imagem
A desonestidade do Secretário de Educação de Teresina, Kleber Montezuma(PSDB), denunciada em mais um processo judicial, poderá funcionar como um "divisor de águas" no poder judiciário piauiense, dada a ilegalidade explícita cometida pelo poderoso réu. Na quarta-feira, 25 de julho, o SINDSERM acompanhará de perto o julgamento do truculento gestor, numa ação de IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA movida pelo Ministério Público e muito bem fundamentada pelo Promotor Fernando Santos.
A Procuradora de Justiça Martha Celina, emitiu um parecer muito sensato sobre o processo, onde considerou DESONESTA, DESONROSA e DESLEAL, a intenção do secretário em permanecer no cargo até hoje. Além da exoneração do cargo a Procuradora defende que sejam devolvidos ao erário público todos os salários recebidos ilegalmente por Montezuma.(Documento completo no link http://sindsermteresina.com.br/…/Parecer-Martha-Celina-s-Mo…).
Na primeira instância, o processo foi julgado pelo Juiz Rodrigo Allagio (na foto, …

SINDSERM reúne-se com sindicatos da saúde para avaliar negociações com a FMS

Imagem
Representantes de servidoras(es) da área de assistentes sociais e farmacêuticos estiveram reunidas(os) com o Sindicato das(os) Servidoras(es) Públicas(os) Municipais de Teresina (SINDSERM) nesta terça-feira (17) para avaliar o andamento das negociações com a Fundação Municipal de Saúde (FMS) provocadas, inicialmente, pela retirada do adicional de insalubridade. A medida que atingiu a categoria no mês de julho levou à unidade entre entidades sindicais da base e organizou a categoria para exigir a devolução dos seus direitos e cobrar melhorias nas condições de trabalho.

A assessoria jurídica do SINDSERM, diante da retirada da insalubridade, entrou com mandado de segurança coletivo e solicitou à Delegacia Regional do Trabalho (DRT) uma perícia que deve resultar em laudos para comprovação das situações de insalubridade às quais estão sujeitas as(os) servidoras(es). Outros sindicatos também já protocolaram junto à FMS o pedido de revisão dos laudos apresentados.
Para dar continuidade ao pro…

Sob protestos, deputados não conseguem votar “Escola Sem Partido”. É preciso manter a pressão!

Imagem
Numa sessão marcada por protestos e muito bate boca entre deputados, o relatório do projeto “Escola Sem Partido” novamente não foi votado nesta quarta-feira (11). Uma importante vitória ter impedido que esse projeto absurdo tenha sido aprovado.
As três horas de discussões entre os deputados ocorreram sob pressão de vários manifestantes. O presidente da comissão especial, deputado Marcos Rogério (DEM-RO), precisou pedir, diversas vezes, que a plateia não interrompesse os pronunciamentos dos parlamentares.
A Frente Nacional Escola sem Mordaça, formada por várias entidades e da qual a CSP-Conlutas, o SINASEFE e o Andes-SN integram, participou da sessão na comissão especial, para defender a liberdade de expressão contra o obscurantismo na educação. Antes da sessão, os manifestantes fizeram um trabalho de convencimento e pressão junto aos deputados e distribuíram uma carta aberta em defesa da educação democrática. 
A reunião acabou sendo suspensa em razão do início da sessão do Congresso Naci…

10 de agosto será dia nacional de lutas em defesa do emprego, da aposentadoria e contra a Reforma Trabalhista

Imagem
Reunidas na sede do Dieese, em São Paulo, no dia 11 de julho, as centrais sindicais brasileiras discutiram a preparação do Dia Nacional de Lutas em 10 de agosto. A defesa do emprego, da aposentadoria e contra a Reforma Trabalhista foram definidos como os eixos deste dia unificado de mobilização.
A CSP-Conlutas esteve representada na reunião, que também contou com representantes da CUT, Força Sindical, CTB, UGT, Nova Central e Intersindical, além de sindicatos de várias categorias.
Os dirigentes ressaltaram a importância da realização de um dia nacional de lutas, priorizando paralisações e mobilizações nos locais de trabalho, além de atos e manifestações, para discutir com os trabalhadores a necessidade da resistência e luta contra os ataques dos governos e patrões.   
Foi unânime nas falas dos presentes a necessidade de dar um basta ao crescente desemprego no país, à entrega do patrimônio público e ataques aos direitos. No dia em que a nefasta Reforma Trabalhista completa oito meses em v…

Para onde vai o dinheiro da saúde pública de Teresina?

Imagem
Amanhã, dia 5, terá início a Greve da Saúde Municipal, aprovada em Assembleia Geral do SINDSERM. As(os) servidoras(es) da saúde, além dos baixos vencimentos salariais e a falta do reajuste anual de 2017 (comum a toda a categoria), também são obrigadas(os) a tentarem salvar inúmeras vidas em condições precárias de trabalho e sem os insumos básicos em quantidade suficiente.
Mesmo com diversas denúncias de caos na saúde pública de Teresina, a FMS se recusa a receber sindicatos e a greve se torna inevitável. Cinco sindicatos já confirmaram presença na Assembleia que ocorrerá nesta quinta-feira, a partir das 8h, em frente à sede da Fundação.
A retirada da insalubridade de centenas de profissionais, sem nenhum processo administrativo que garanta o direito de defesa, utiliza laudos realizados por uma única pessoa, a partir de respostas de funcionárias(os) a um questionário, sem nenhuma verificação sistemática dos locais de trabalho.
Abaixo, exemplo de um contracheque deste mês de julho já com d…

Projeto da “Escola Sem Partido” será votado na Câmara nesta quarta (4). Não à Lei da Mordaça!

O famigerado projeto “Escola Sem Partido” está na pauta de votação desta quarta-feira (4) da comissão especial criada na Câmara dos Deputados para discutir o assunto.  O texto tramita em caráter conclusivo e, caso aprovado, poderá ser encaminhado diretamente para apreciação do Senado. A medida polêmica já foi considerada inconstitucional em várias decisões judiciais que julgaram a aprovação de leis municipais com o mesmo teor e o MPF (Ministério Público Federal) já pediu à Procuradoria-Geral da República que encaminhe ao STF (Supremo Tribunal Federal) para julgamento.
O projeto altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) para proibir a oferta de disciplinas com conteúdo de “gênero” ou “orientação sexual” em escolas de todo o país. O texto do relator, deputado Flavinho (PSC-SP), chega ao absurdo de estabelecer que em cada sala de aula haja um cartaz com “seis deveres do professor”, entre os quais também está a proibição de usar sua posição para cooptar alunos para qualquer co…

Greve da Saúde Municipal inicia no dia 5 de julho

Imagem

OMS deixa de classificar transexualidade como doença mental

A Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou nesta segunda-feira (18) uma nova edição da Classificação Internacional de Doenças (CID), na qual a transexualidade foi retirada da lista de transtornos mentais.
Segundo a nova classificação (CID-11), as identidades trans deixam de ser consideradas “transtorno de gênero” e passam a ser diagnosticadas como incongruência de gênero, uma condição relativa à saúde sexual.
Na prática, isso significa que a transexualidade deixa de ser encarada como a esquizofrenia, a cleptomania e a depressão (todas estas consideradas transtornos mentais) e passa a ser tratada como a ejaculação precoce ou a disfunção erétil (consideradas condições relativas à saúde sexual).
O raciocínio é que as evidências agora são claras de que [a incongruência de gênero] não é um transtorno mental, e classificá-la desta maneira pode causar enorme estigma para as pessoas transgênero.
Diz a coordenadora da Equipe de Adolescentes e Populações em Risco da OMS, Lale Say, no site da ins…

Exigimos negociação! Assembleia Geral unificada acontece na próxima terça-feira (19)

Imagem
A próxima Assembleia Geral do SINDSERM parte de uma convocação unificada com outros Sindicatos da base da categoria que denunciam as arbitrariedades de Firmino (PSDB) e seus secretários. O ESTADO DE GREVE e as mobilizações permanentes são a continuidade dos 16 dias de intensas atividades na Greve Geral do Serviço Público Municipal. 

Já denunciamos o anúncio de mais um ataque que é a retirada da insalubridade de servidoras(es) da área da saúde como assistentes sociais, psicólogos, técnicos administrativos, técnicos em radiologia, farmacêuticos, dentre outros. No dia 11 de junho, o SINDSERM protocolou um pedido de reunião para tratar do assunto com o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Sílvio Mendes (Progressistas). Como não houve resposta a tempo da Assembleia Geral realizada ontem (14), a categoria aprovou a continuidade das mobilizações e a Assembleia do dia 19 acontecerá em frente à sede da FMS.


A categoria não permitirá nenhuma retirada de direitos! Nos locais de traba…

Classificados no concurso da Semec, realizado em 2014, temem perder as vagas

Cerca de 40 classificados e outros aprovados no concurso da Secretaria Municipal de Educação de Teresina (Semec), realizado no ano de 2014, vivem momentos de incerteza quanto a convocação. Isso porque está encerrando o período do certame e dos prazos dados pela legislação eleitoral para nomeações.
A data limite é até 07 de julho, e de acordo com um dos classificados, que preferiu não se identificar, a Prefeitura de Teresina não deu nenhum parecer. “Até o momento nenhuma resposta acerca de alguma convocação até a data de encerramento”, afirma.
Os professores alegam ainda mais preocupações, pois no final de 2017, a PMT divulgou no Diário Oficial do Município, que estaria apta para realização de novo concurso em 2018. As vagas são para o mesmo cargo onde já existem candidatos habilitados para assumirem as vagas.
“É algo entorno de 150 vagas, somos, aproximadamente, 60 classificados. O nosso receio é da PMT não nos convocar devido já preencher as vagas previstas no edital de 2014”, pontua.
Pa…

Servidoras(es) da saúde e assistência em alerta contra mais um ataque de Sílvio(Progressistas) e Firmino(PSDB)

Imagem
Uma comissão de servidoras assistentes sociais em atuação no município, estiveram reunidas na quinta-feira (07) com representantes da Direção e Assessoria Jurídica do SINDSERM, e com a presidente do Sindicato dos Assistentes Sociais do Estado do Piauí (SINDASPI). 
O encontro tratou sobre o anúncio da retirada de insalubridade de assistentes sociais da área da saúde e a comissão, através do SINDSERM, solicitará uma reunião com a Fundação Municipal de Saúde (FMS) para tratar do assunto e, caso não seja recebida, novas ações serão definidas.
Farmacêuticos do município de Teresina também se reuniram com o SINDSERM, hoje (13), para debater a questão.
O caso será tratado na Assembleia Geral de servidoras(es) municipais no dia 14 de junho, a partir das 8h, no Teatro de Arena.
Outros setores da categoria, que também devem ser afetados por mais esse ataque, estarão mobilizados.


SINDSERM participa da Frente Popular de Mulheres Contra Feminicídio

Imagem
As mulheres trabalhadoras estão organizadas para lutar contra a opressão machista e se movem para não morrer na luta contra o feminicídio. Ontem, dia 11, estiveram reunidas representantes de vários movimentos para debater ações de exigência aos governos estadual e municipal na efetivação de políticas em defesa das mulheres.



Assembleia Geral, quinta-feira, dia 14 de junho

Imagem
Na última Assembleia Geral, durante a Greve do Serviço Público Municipal, foi aprovado o estado de greve. As lutas continuam! Todas(os) à Assembleia Geral na próxima quinta-feira, dia 14.

Exigimos negociação, reajuste de 2017 e mudanças de nível, já!

Participe!

Imagem

Categoria determina estado de greve e a luta continua contra truculência de Firmino (PSDB)

Na Assembleia Geral desta quarta-feira (30), a categoria de servidoras(es) municipais, filiadas(os) ao SINDSERM, decidiu pela aprovação do estado de greve que deve continuar com a exigência pela negociação das centenas de reivindicações protocoladas junto à Prefeitura de Teresina e pelo pagamento do reajuste de 2017, bem como das mudanças de nível e outras dívidas com as(os) trabalhadoras(es).
As(os) guerreiras(os) que estiveram diariamente, desde o dia 10 de maio, à frente das atividades, do acampamento na frente do Palácio da Cidade, das visitas nos locais de trabalho, na votação na Câmara Municipal e no diálogo constante com as(os) companheiras(os) da base, estão mais fortalecidas(os) para garantir o prosseguimento das lutas em cada setor.
O Sindicato reforça que as reuniões nos locais de trabalho continuarão sistemáticas e, no segundo semestre, retornaremos com mais força, caso Firmino continue com a truculência de não negociar com a categoria. Vamos exigir condições dignas de tra…

Pela unidade na luta com todas as centrais!

Há uma semana os caminhoneiros do país estão em greve. A mobilização tem paralisado o país e conseguido um importante apoio de toda a população.
A redução do preço do combustível e do gás é uma reivindicação de todos (as). A política de liberação de preços do governo Temer tem como objetivo a privatização da Petrobrás para entregá-la às grandes companhias de petróleo estrangeiras.
O governo negociou uma proposta rebaixada diante das reivindicações dos caminhoneiros, que foi rejeitada pela categoria e ampliou a greve. Agora, liberou o Exército para intervir na greve e “desobstruir” as estradas. Isso é inadmissível!
Chamamos as centrais sindicais a se reunirem imediatamente e tomar uma posição enérgica. É preciso parar o país, é preciso aumentar as manifestações em apoio aos caminhoneiros, contra a intervenção do Exército, é preciso uma Greve Geral, para lutar por uma pauta que enfrente os principais problemas dos trabalhadores.

·Redução e congelamento dos preços dos combustíveis e do gás d…

Filie-se ao SEU Sindicato e fortaleça as lutas!

Imagem
“Um mais um é sempre mais que dois. Pra melhor juntar as nossas forças”, tema da campanha de filiação que já conquistou a categoria. Filie-se e fortaleça SEU Sindicato!


VERGONHA! Vereadores(as) recusam diálogo com a categoria e aprovam projeto de reajuste de acordo com as ordens do Prefeito Firmino Filho (PSDB)

Imagem
A categoria de servidoras(es) municipais de Teresina, presente na Câmara Municipal junto com a Direção do Sindicato das(os) Servidoras(es) Públicas(os) Municipais de Teresina (SINDSERM), assistiu ao show vergonhoso em que vereadores(as) eleitos(as) agem como serviçais do truculento prefeito da capital. A aprovação de 3% de reajuste salarial para a categoria, em meio à Greve Geral do Serviço Público Municipal, foi presenciada com indignação mediante a TOTAL AUSÊNCIA DE DIÁLOGO também na Câmara Municipal que vem atuando, com raras exceções, como um “puxadinho” do Palácio da Cidade.
Não foi dada nenhuma oportunidade ao Comando de Greve para a apresentação e discussão das reivindicações, embora um dos vereadores tenha tentado adiar a votação para promover a negociação. A maioria da Câmara não quis conversa, seguiu fielmente mais uma ordem do prefeito Firmino Filho (PSDB) e votou com maioria absoluta. Para os(as) servidoras(es) municipais, esse reajuste de 3% representa um deboche, pois o v…

A GREVE CONTINUA! Todas(os) à Câmara Municipal contra o deboche dos 3%

Imagem
Na Assembleia Geral de hoje (23), a categoria aprovou a proposta defendida pela Direção do Sindicato das(os) Servidoras(es) Públicas(os) Municipais de Teresina (SINDSERM) e a Greve Geral do Serviço Público Municipal continua por tempo indeterminado. Essa foi uma demonstração de força e indignação da categoria contra a truculência do prefeito Firmino Filho (PSDB) que rasga a Constituição Federal e ainda quer impor um aumento de 3% para as(os) trabalhadoras(es) que estão há dois anos sem reajuste salarial e com defasagem acima de 40%.
Amanhã, quinta-feira (24), temos compromisso de lotar a Câmara Municipal para cobrar dos vereadores a retirada de pauta e um reajuste digno. Vamos cobrar também a mediação da Câmara para abrir negociação sobre a Pauta da Greve de maneira urgente.
O SINDSERM persiste ao lado de guerreiras(os) que não se rendem e desafia os inimigos da classe trabalhadora contra os ataques. Exigimos reajuste, as mudanças de nível, melhores condições de trabalho, o fim do asséd…