Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2017

Não vamos desistir de lutar por nossos direitos: preparar um dia de lutas em 2 de agosto!

O jornal O Estado de S.Paulo publicou uma matéria no último domingo (23) com o seguinte título: “Empresas fazem intensivão para entender reforma”. O texto relata que os departamentos de Recursos Humanos das empresas estão correndo para tirar dúvidas, junto a consultores jurídicos, sobre as mudanças feitas pela Reforma Trabalhista.
Alguns dos principais questionamentos têm a ver com a implementação de medidas como demissão por acordo, alteração de jornada, banco de horas, divisão de férias, entre outros. Ou seja, a patronal já está se preparando a todo o vapor para arrancar o couro dos trabalhadores e garantir mais lucros.  A Reforma Trabalhista entrará em vigor a partir do mês de novembro. São mais de 100 modificações na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), que alteram profundamente a legislação trabalhista, abrindo espaço para todo o tipo de abusos por parte da patronal.
E os ataques não param. Esse governo e Congresso, atolados em esquemas de corrupção, a serviço de empreiteiras e …

Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha

Neste dia 25 de julho, data internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, celebra-se também o dia da líder quilombola Tereza de Benguela. A celebração teve início no 1º Encontro de Mulheres Afro-latino-americanas e Afro-caribenhas, e com a criação da Rede de Mulheres Afro-latino-americanas e Afro-caribenhas. Desde 2014, o dia de Tereza de Benguela* é celebrado no Brasil e compõe o calendário de lutas dos movimentos negros e de resistências dessas mulheres no combate ao racismo.
A data deve servir para denunciar toda a violência, estigmatização, invisibilidade e racismo a que são submetidas as mulheres negras ao longo da história. As consequências desses atos tem as condicionado a trabalhos semi-escravistas, baixos salários, desemprego, racismo institucional e prostituição. Os trabalhos domésticos, terceirizados, temporários e sem garantias trabalhistas também estão entre os destinos mais comuns dessa parcela da população.
Tratadas como mercadoria, os corpos das mulheres …

Crise no IPMT e o desmonte dos serviços públicos em Teresina

O SINDSERM tem recebido de inúmeras(os) servidoras(es), relatos sobre as deficiências em atendimentos pelo plano de saúde municipal através do Instituto de Previdência do Município de Teresina (IPMT). São procedimentos negados e o contribuinte, que já tem mensalmente o valor do plano descontado no contracheque, muitas vezes necessita pagar para que seja efetivado o serviço de saúde que necessitar. Na quarta-feira, dia 26, às 10h, haverá uma reunião na sede do IPMT para tratar de demandas urgentes. É fundamental que a base se agregue neste processo para lutar por um plano com qualidade.
No meio dessa problemática, a prefeitura de Teresina não apresenta o reajuste anual da categoria que acompanha seu poder econômico cada vez mais comprometido, acumulando perdas de 43,25% nos salários, segundo cálculos apontados por uma economista contratada pelo Sindicato. Nesta segunda-feira (24) um fato novo se inicia em relação ao IPMT com a paralisação realizada pelo Sindicato dos Médicos do Estado d…

SINDSERM participa de reunião com representantes do SINDESPI

Imagem
Na manhã desta sexta-feira, 21, diretores do Sindicato das(os) Servidoras(es) Públicas(os) Municipais (SINDSERM) de Teresina participaram de reunião na sede do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde do Estado do Piauí (SINDESPI).
Na reunião estiveram presentes a assessoria política e a presidente do SINDESPI, Edna Martins, que juntos com a categoria dos servidores municipais e estaduais da saúde discutiram sobre o processo administrativo de funcionários que continuam recebendo remuneração, do antigo cargo de atendente de enfermagem sendo técnicos, abaixo de uma função extinta.

“Temos que fortalecer a união entre os nossos sindicatos e irmos juntos a luta. Aproveito para convidar vocês para irmos à reunião com o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Sílvio Mendes, no dia 27, para tratar de questões que interessam a categoria trabalhadora”, disse Anselmo Pinheiro, diretor de assuntos jurídicos do SINDSERM.





Julgamento de Firmino Filho (PSDB) acontece dia 20 de julho, quinta-feira

Imagem
O SINDSERM irá distribuir 100 camisetas disponíveis para quem desejar comparecer na Sessão de Julgamento do prefeito Firmino Filho (PSDB) a respeito das operações na conta do Fundef. As(os) interessadas(os) podem receber a camiseta nesta quarta-feira (19) pela manhã. Se desejar, entre em contato pelos telefones! A Sessão no TCE-PI, localizado no Centro Administrativo, acontecerá na quinta-feira (20), às 9h.





Firmino desafia a Justiça

Na última sessão do Pleno do TCE era perceptível o ar de deboche, por parte dos(as) representantes do Prefeito Firmino Filho(PSDB). A Procuradora Geral do Município, Georgia Nunes, e o Secretário de Governo, Charles Silveira, tiveram uma postura autoritária e sutilmente desdenhosa ao questionarem que um conselheiro tivesse a audácia de proferir uma decisão monocráticade bloquear a Conta do Precatório do FUNDEF, emitindo uma cautelar.
Encastelados no poder há décadas, pareciam não se importar com a gravidade do caso em julgamento. Ledo engano. A denúncia bem fundamentada do SINDSERM, encontrando guarida em manifestações de Conselheiros que votaram pelo bloqueio; o acertado pedido de suspeição de influente membro daquela corte e a inspeção aprovada por unanimidade, para averiguação da aplicação dos recursos; representaram uma histórica e importante vitória do movimento sindical, embora ainda parcial.
O SINDSERM vem acompanhando a investigação que vem sendo feita por sérios e qualificados…

Cobertura fotográfica do Arraiá Culturá - Laborarthe julho

Imagem
Imagem
NA IMPRENSA | A charge de JOTA A, no jornal O Dia do final de semana, ilustrando as declarações de Firmino Filho (PSDB) que concede IPTU à grandes empresas, não explica para onde foi o dinheiro do FUNDEF e não concede o reajuste anual das(os) servidoras(es). Não podemos pagar por nenhuma crise! Cadê o dinheiro das(os) servidoras(es)??


Imagem

SINDSERM participa de reunião com servidoras(es) do SAMU

Imagem
Na manhã desta terça-feira, 04, diretoras(es) do Sindicato das(os) Servidoras(es) Públicas(os) Municipais de Teresina (SINDSERM) participaram da reunião com funcionárias(os) do Serviço de Atendimento em Móvel em Urgência (SAMU) de Teresina.
Na reunião estavam presentes trabalhadoras(es) da categoria, líderes dos pontos de apoio do SAMU, além da diretora geral, Francisca Amorim. No espaço discutiram questões de melhorias em diferentes locais da cidade, onde há o serviço de atendimento.
Dentre as pautas de reivindicação foram discutidos reformas em Unidades de Pronto Atendimento (UPA), locais para ambulâncias, demandas sobre logísticas e divisões de área de abrangência das ambulâncias (delimitando o território do município e do estado) para a retirada de transferências e exames para pacientes, com possibilidade de entrar em vigor no dia 15 de julho, além de zonas e espaços de viabilização para viaturas e acomodações para a categoria.
“Temos deficiência em ver o que de fato é bom para nós s…