Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2011

Alunos e professores da Uespi instalam urnas para o plebiscito

O investimento de 10% do PIB para a Educação Pública, já! A outra se refere ao investimento de 5% do orçamento estadual para a Uespi. Nesta quarta (30), na Universidade Estadual do Piauí (Uespi), teremos um dia de mobilização em torno da campanha em defesa da Educação Pública.
A mobilização começa pela manhã, na entrada do campus Poeta Torquato Neto, com a instalação de urna e coleta de votos do plebiscito popular que tem duas perguntas: uma nacional, outra local. A primeira pergunta é sobre o investimento de 10% do PIB para a Educação Pública, já! A outra se refere ao investimento de 5% do orçamento estadual para a Uespi.
Os estudantes e professores irão à Assembleia Legislativa, onde acontecerá audiência pública sobre o Projeto de Lei Orçamentária estadual de 2012. A intenção é levar ao governo e aos deputados a reivindicação de aumento de verbas para a Uespi, que sofre com falta de recursos e com o sucateamento estrutural.
A mobilização vai continuar ocorrendo nos tur…

Temendo a reação dos estudantes, Elmano vai esperar as férias escolares para dar aumento nas tarifas de ônibus.

Imagem
O prefeito Elmano Férrer (PTB) vai usar o que ele chama de "integração das linhas do sistema de transporte urbano de Teresina" para justificar o aumento das passagens de ônibus na virada do ano.

Temendo a reação dos trabalhadores e, especial, dos estudantes o aumento vai vigorar apenas no período de férias escolares, mas entidades já se mobilizam para reagir ao golpe.

O SINDSERM na luta contra a violência a mulher.

Imagem
Na sexta-feira última, dia 25, o SINDSERM realizou na praça João Luis Ferreira, centro de Teresina, ato em alusão ao dia caribenho e latino americano contra a violência a mulher, na ocasião foram distribuídos boletins sobre o tema, falas foram feitas, serviços à comunidade foram prestados, apresentações artísticas feitas e também havia uma urna para o plebiscito pelos "10% para educação pública já!".

















Comunidade do assentamento Vitoria Popular consegue garantia de inclusão em programa habitacional

Imagem
Nesta segunda, dia 28, os/as Sem - Tetos do assentamento Vitória Popular, da PMT, localizado na região do Mário Covas, zona sul de Teresina, realizaram protesto nas dependências da SDU-SUL para forçar uma resposta à solicitação feita pelo Movimento da Resistência Camponesa e Urbana no Piauí referente ao cadastro e acompanhamento das famílias que residem neste local. Houve uma reunião em que a administração garantiu atender a demanda reivindicada pelos assentados.
Durante o ato foi avisado para a administração do órgão que caso não houvesse negociação os manifestantes não sairiam de lá. “Só sairemos daqui com uma resposta positiva para as nossas reivindicações, e se for preciso ficaremos sem data para sairmos”, avisava Romualdo Brazil, representante da Resistência Urbana. “A citada área pertence à PMT e era um matagal, servia de despejo de objetos roubados, onde neste mesmo local já foram encontrados documentos de pessoas da região, ou seja, sem nenhuma função social” acrescenta Brazil…

Elmano e seu sonho de consumo.

Imagem

Campanha 10% do PIB para a Educação Pública já ganha consulta eletrônica

Imagem
A campanha 10% do PIB para a Educação Pública, além do plebiscito, está promovendo uma consulta eletrônica.

Para votar, basta acessar o link abaixo e inserir as informações solicitadas. http://www.dezporcentoja.com.br/

Orientamos a todas as entidades e movimentos a divulgarem em seus blogs, sites e redes sociais o endereço dessa consulta.

Vote! Vamos fortalecer a campanha 10% do PIB para a Educação Pública já! http://www.dezporcentoja.com.br/

Consulte também o blog http://dezporcentoja.blogspot.com/

Sem-Tetos ocuparão a SDU-SUL nesta segunda-feira

Imagem
Nesta segunda, dia 28, a partir das 08:horas, os/as Sem-Tetos do assentamento Vitória Popular, localizado na região do Mário Covas, zona sul de Teresina, farão protesto nas dependências da Superintendência de Desenvolvimento Urbano-SDU-SUL, na Av. Barão de Gurguéia.
O objetivo do ato é fazer com que a prefeitura dê uma resposta à solicitação feita pelo Movimento da Resistência Camponesa e Urbana no Piauí, referente ao cadastro e acompanhamento das famílias que residem neste local.
De acordo com o representante da Resistência Urbana, Romualdo Brazil, no dia 19 de agosto foi enviado documento, à SDU-SUL, solicitando cadastramento e acompanhamento pelo seu serviço social às famílias da ocupação do Mario Covas, mas até agora não houve resposta por parte da prefeitura. No local existem 293 famílias, na sua maioria desempregados, assalariados, aposentados, que moram de favor em casa de familiares ou pagando aluguel.
“O que a comunidade da ocupação Residencial Vitória Popular a…

DIA 25 DE NOVEMBRO - dia de luta contra a violência a mulher. ATO NA PRAÇA JOÃO LUIS FERREIRA

PROGRAMAÇÃO: 09:00 ÀS 12:00h

Peça Teatral - O Gênio da Lamparina (CRUPO TECLA)Música ao vivo com CLÁUDIA SIMONEPanfletagemPinturas e registros em painelColeta de assinatura PLEBISCITO POR 10% DO PIB PARA EDUCAÇÃO PÚBLICA, JÁ!

Ismar Marques e a sua "bolsa-corrupção"

Imagem
O deputado estadual piauiense Ismar Marques (PSB) propos um projeto de lei que prevê desconto de até 80% no pagamento das multas aplicadas pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) por irregularidade a gestores públicos. O projeto, apelidado de “bolsa-corrupção”, foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Piauí no último dia 9 e ainda precisa da sanção do governador Wilson Martins (PSB).

O deputado Firmino Filho (PSDB), que hoje hipocritamente critica o "bolsa-corrupção", foi um dos que deu votou favorável à proposta na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa.

Docentes da prefeitura de Teresina decidem não iniciar o ano letivo de 2012

Imagem
2011-11-19 07:04
www.deverdeclasse.org
Medida será posta em prática caso o prefeito Elmano Ferrer não atenda a pauta de reivindicação dos professores, que inclui reposição salarial, eleições para direção de escolas, cumprimento da Lei 11.738/2008, dentre outros pontos.Em Assembleia Geral realizada dia 18.11 (sexta), os professores da Rede Municipal de Teresina decidiram não iniciar o ano letivo de 2012, caso o prefeito Helmano Ferrer não atenda uma série de reivindicações da categoria. "Ou o prefeito realiza as eleições para direção de escolas ou o ano letivo não vai começar", declarou o prof. Sinésio Soares, dirigente do Sindserm-The. "Esse prefeito é um ditador, a saída é a greve geral", opina a professora Albetiza Moreira, que também é da direção do Sindserm.
Chamaram a polícia... Em vãoElmano Ferrer e seu secretário Paulo Machado fecharam as entradas da Semec e chamaram a polícia para tentar intimidar a Assembleia dos docentes. Em vão. O que co…

Prefeito Elmano Ferrer (PTB) engana o teresinense dizendo que descentraliza serviços de saúde.

Imagem
A Prefeitura Municipal de Teresina, através da FMS, alardeia nos quatro cantos que descentralizou a marcação de consultas e exames para a comunidade através dos postos de saúde, pura propaganda enganosa, uma vez que a marcação é online e a quantidade vagas é limitada e tem que atender à demanda de toda a cidade, não correspondendo assim a expectativa do usuário. Consequencia disto é que o cidadão teresinense que precisar marcar suas consultas deve madrugar na frente dos postos de saúde sem no entanto a certeza de conseguir seu objetivo.


Com toda esta atrapalhada dos gestores municipais quem acaba levando a pior é o servidor da saúde que está na linha de frente e tem que ouvir as reclamações da comunidade, e mais, acaba ficando injustamente com a "culpa no cartório" .  Além disto o prefeito Elmano Férrer (PTB) não contrata servidores para este tipo de atendimento, sendo assim improvisados servidores de outras funções ou trabalhadores terceirizados.


Servidores da Educação votam por greve e ano letivo de 2012 pode atrasar em Teresina

Imagem
18/11/2011 19:25

Sindicato diz que Prefeitura negligencia servidores e acusa secretário de querer privatizar educação de Teresina
Os servidores municipais que atuam na Educação de Teresina paralisaram suas atividades durante toda esta sexta-feira, dia 18, para protestar contra a demora da Prefeitura de Teresina em dar uma resposta à pauta de reivindicações apresentada pela categoria, que inclui pontos como a exigência do retorno das eleições diretas para diretor de escolas e creches municipais, o pagamento do piso para os professores e do "Pró-Funcionário" para os técnicos administrativos, dentre outros. Durante a manhã desta sexta, os servidores realizaram uma assembléia em frente à sede da Secretaria Municipal de Educação, durante a qual decidiram deflagrar uma greve nos primeiros meses de 2012, para atrasar o início do período letivo.

De acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresina (Sindserm), além de não dar qualquer resposta à pauta d…

Servidores denunciam uso político de escolas da rede municipal de ensino

Imagem
sexta, 18 de novembro de 2011 • 15:31
Portal AZ Por Cinnara Sales
Fotos: Dantércio Cardoso

Os professores e servidores das escolas de Teresina fecharam a Rua Areolino de Abreu na manhã desta sexta-feira (18). Durante o ato, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindserm) denunciaram que os colégios da rede municipal estão sendo usados politicamente.

O presidente do Sindserm, Sinésio Soares [foto], relembra que desde 1984 eram feitas eleições diretas para a escolha dos diretores das escolas. Agora, afirma o sindicalista, a prefeitura acabou com as eleições. “Era pra ter tido eleições em 2010. O secretário Paulo Machado foi a favor, mas até agora nada. Se nada for feito, em 2012 o ano letivo não vai começar”, afirmou.


Ainda de acordo com o representante dos servidores, a medida adotada pela gestão da capital está relacionada às eleições do próximo ele. Segundo ele, a falta do processo democrático dentro das escolas serve apenas para o prefeito indicar “…

Elmano e Paulo Machado impedem servidores de entrar na SEMEC e a categoria fecha principal rua do centro da capital do Piauí.

Imagem
 Os servidores da educação municipal de Teresina estão com suas atividades paralisaralisadas durante todo o dia de hoje, 18 de novembro, e pela manhã fizeram uma assembleia e um ato-protesto em frente à SEMEC, centro da cidade.  Os servidores ainda hoje aguardam a resposta da Prefeitura de Teresina para a pauta de reivindicação entregue ao secretário Paulo Machado e ao prefeito Elmano Férrer (PTB).  Na citada pauta, que não é nova, estão temas como eleições diretas para diretor(a) de escolas e creches municipais, o pagamento do PRO-FUNCIONÁRIO aos técnicos-administrativos, entre outros temas.

Havia na ocasião a esperança de que o secretário recebesse a categoria. No entanto, o que se viu foi mais um ato de truculência e intolerância desta administração petebista em Teresina, policiais militares ocuparam o pátio da sede da secretaria e impediram os servidores de adentrarem nas dependências do órgão.

Em resposta ao desrespeito da administração municipal de Teresina, os servidores ocupara…

SINDSERM no Facebook

Agora você pode conferir imagens e notícias sobre a categoria também no Facebook
http://www.facebook.com/profile.php?id=100003184003292&sk=wall

Paralisação e ato em frente à SEMEC. É sexta, 18 de novembro, às 8 e meia.

Imagem

Piauí não cumpre lei do piso nacional para professor

Aprovada há mais de três anos, a lei nacional do piso do magistério não é cumprida em pelo menos 17 das 27 unidades da Federação. A legislação prevê mínimo de R$ 1.187 a professores da educação básica pública, por 40 horas semanais, excluindo as gratificações.
A lei também assegura que os docentes passem ao menos 33% desse tempo fora das aulas para poderem atender aos estudantes e preparar aulas.
A regra visa melhorar as condições de trabalho dos docentes e atrair jovens mais bem preparados para o magistério.

O levantamento da Folha mostra que a jornada extra-classe é o ponto mais desrespeitado da lei: 15 Estados a descumprem, incluindo Piauí

O ministério da Educação afirma que a lei deve ser aplicada imediatamente, mas que não pode obrigar Estados e municípios a isso.

fonte: Folha de São Paulo

Charge: Ciao Berlusconi!

Imagem

Charge: Servidor, seja bem-vindo ao mundo das compras!

Imagem

Charge: CPIzza de CMEIE a moda da casa! Aceitas?

Imagem

SINDSERM continua firme na mobilização para a escolha dos representantes de base.

Imagem
A direção do SINDSERM esteve nesta quarta, 09 de novembro, no Escolão do Parque Itararé para o lançamento da campanha pelos "10% do PIB para a educação pública já" e "5% do orçamento do estado para a UESPI".  Na ocasião também foi lançado a eleição para a escolha dos representantes de base junto ao sindicato daquele local de trabalho.

SINDSERM se engaja na campanha pelos 10% do PIB para a educação pública já!

Imagem
O SINDSERM já está levando aos locais de trabalho as urnas para o plebiscito pela destinação de 10% do PIB nacional para a educação pública já, casado com a campanha para pressionar o governo do Estado a destinar 5% do seu orçamento para a Universidade Estadual do Piauí.  Um dos primeiros locais a chegar a urna foi a Escola Municipal do Parque Itararé, lá a direção do sindicato também esteve, na manhã de hoje (09), para apoiar o processo de eleição do representante daquele local de trabalho junto ao SINDSERM.
Procure as principais escolas municipais de seu bairro, a sede do SINDSERM, UESPI ou qualquer outro ponto de votação e deixe sua opinião na campanha pelos 10% do PIB para a educação pública já e para a destinação dos 5% do orçamengo do estado para a UESPI.

Lançado o plebiscito nacional “10% do PIB para a Educação Pública, já!”

Imagem
Lançado o plebiscito nacional “10% do PIB para a Educação Pública, já!” plebiscito estadual sobre "5% do orçamento estadual para a UESPI, já!".

Nesta terça feira, 08 de novembro, foi lançado, no auditório do Ministério Público Estadual do Piauí, a campanha nacional sobre a destinação de 10% do PIB para a Educação Pública, já! e o plebiscito estadual sobre "5% do orçamento estadual para a UESPI, já!".


Compuseram a mesa, representantes da ADCESP( Associação dos Docentes da UESPI), da ANEL( Assembleia nacional dos estudantes livres), o representante do ANDES(Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior e Ministério Publico Estadual.


O pebliscito nacional “10% do PIB para a Educação Pública, já!” acontecerá 6 novembro a 6 de dezembro, em todo o país. A cédula terá duas perguntas. A primeira é a nacional, comum a todos os estados brasileiros: "Você é a favor do investimento de 10% do PIB na Educação Pública, já?", e a segunda é específica …