DAQUI A POUCO, EM SÃO PAULO: MARCHA NACIONAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS

Começa daqui a pouco, às 15 horas, na Av. Paulista. A marcha vai reunir trabalhadores de todo país contra o governo Dilma, o ajuste fiscal e a oposição de direita que se alia ao governo para atacar os direitos da classe trabalhadora, uma das principais resoluções votadas durante a Coordenação Nacional da CSP-Conlutas, que aconteceu de 21 a 23 últimos, foi seu posicionamento político diante desta atual conjuntura.
Como entende-se que não há diferença entre o governo do PT e a oposição de direita nos ataques impetrados aos trabalhadores recentemente – entre eles, o ajuste fiscal, o PPE (Plano de Proteção ao Emprego), o projeto das terceirizações e as medidas provisórias 664 e 664 – , a tarefa colocada é a de construir um terceiro campo que seja das lutas dos trabalhadores em defesa de seus direitos.
Por isso, foi aprovada uma grande manifestação no dia 18 de setembro, a Marcha Nacional d@s Trabalhadores(as), com um Encontro Nacional programado para o dia 19, a fim de discutir a continuidade da mobilização.
Como principais consignas nessa Marcha dos Trabalhadores e Trabalhadoras serão levantadas: 
– Contra Dilma-PT, Cunha e Temer-PMDB, Aécio/PSDB;
– Derrotar o ajuste fiscal; Que os ricos paguem pela crise;
– Por uma alternativa classista dos trabalhadores, da juventude e do povo pobre!


Acompanhe tudo em: cspconlutas.org.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.