SINDSERM realiza reuniões da coordenação de aposentadas(os) e do Coletivo de Gênero e Classe

Nesta semana, duas importantes reuniões aconteceram no SINDSERM: a coordenação de aposentadas(os) e o Coletivo de Gênero e Classe. Os espaços têm o objetivo de organizar lutas específicas dos seguimentos e orientar as ações do Sindicato perante as demandas indicadas. Além das pautas específicas, as reuniões também abordaram informes do setor jurídico, agenda de lutas e esclarecimento de dúvidas. 

Aposentadas(os)

No dia 12, a coordenação de aposentadas(os) reuniu parte da base da categoria para dialogar sobre a necessidade de continuação das atividades para estas(es) servidoras(es) que não fogem da luta e sabem que o Sindicato é um instrumento importante para centralizar políticas que beneficiem também este setor. 

A coordenação pretende funcionar periodicamente. Junto com a Direção, deverão organizar uma excursão com aposentadas(os) para, não apenas proporcionar entretenimento, oportunizar também debates, discussões sobre temas relevantes, organizar a participação em Assembleias, reuniões e no Conserm, bem como em demais ações. A data para esta ação ainda será confirmada, mas há a previsão para o fim deste ano. 

A próxima reunião da coordenação ficou marcada para o dia 17 de outubro, às 10h, na sede do SINDSERM.




Coletivo de Gênero e Classe

A reunião do Coletivo de Gênero e Classe aconteceu na quinta-feira, dia 13. Foram repassados os últimos informes dos setoriais (Mulheres, LGBTQI, Negras e Negros) e atualização sobre as ações das quais o Sindicato participou.

Um texto sugerido por Israela Santos, da organização Ruptura Socialista, foi discutido. Foi um trecho do livro de Heleieth Saffioti, "A mulher na sociedade de classes - mito e realidade". O grupo fez uma reflexão sobre a opressão da mulher na sociedade capitalista e a questão da mais-valia (conceito de Marx) no gênero feminino. 

As próximas reuniões ficaram marcadas para as seguintes datas e horários: 20/09, às 18h - setorial de Negras e Negros; 17/10 - setorial LGBTQI; Coletivo de Gênero e Classe e setorial de Mulheres ainda a confirmar. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!