Assembleia Geral abre Campanha Salarial de 2019

Conforme deliberação do Conselho de Representantes de Base do SINDSERM Teresina a Assembleia Geral realizada nesta sexta feira (14) inicia a Programação da Campanha Salarial 2019. Na primeira semana do mês de janeiro será protocolada a pauta de reivindicações e a solicitação de calendário de reuniões com os gestores da administração municipal.

A Direção do SINDSERM, com o apoio da assessoria jurídica, conseguiu garantir a participação de quatro chapas que foram impugnadas pela Comissão Eleitoral Central da SEMEC nas eleições para Direção de escolas e CMEIs, sob alegação de não ter o documento do SERASA. Após modificar a lei com a ajuda de seus serviçais na Câmara Municipal e fazer muita pressão psicológica sobre a categoria, Firmino(PSDB) e Montezuma(PSDB) deixaram 84 unidades de ensino fora do processo eleitoral.

Disciplina interna - O movimento sindical combativo, classista e socialista repudia a utilização de calúnias e fake news como método de disputa política. Recentemente, no âmbito da justiça burguesa, surgiu a figura da "convicção sem provas" para retirar um adversário de uma disputa eleitoral. Para dar um combate a essa prática dentro de nossas fileiras o V CONSERM (Congresso da categoria) aprovou a criação de uma Comissão de Investigação para apurar denúncia da Professora Lourdes Melo/PCO (membra da chapa que ficou em quarto lugar nas eleições do sindicato), que afirmou no evento que o Professor Sinésio Soares teria falsificado um determinado documento.

A denunciante se recusou a indicar um membro, a que tinha direito, para compor a Comissão formada para apurar a denúncia. O Congresso aprovou também que se a denúncia fosse comprovada o acusado seria punido. Caso não houvesse comprovação, a denunciante deveria se retratar. Passados 40 (quarenta) dias após o congresso, a denunciante, além de se recusar a apresentar as provas, também se recusou a se retratar.

Mesmo recebendo solicitação escrita para que apresente as provas, a denunciante afirmou que não iria apresentar. Na assembleia afirmou que "Não precisa de provas pois todo mundo sabe disso" e faz parte da "liberdade de expressão". Chegou a afirmar que tal "falsificação" teria sido feita com o advogado Ramsés Eduardo Pinheiro, hoje militante do PSOL. Diante da negativa da retratação por parte da autora da denúncia sem provas, caracterizada como calúnia, a Comissão (à qual a Assembleia acrescentou mais um membro e agora tem número ímpar), deverá se reunir para propor à próxima assembleia uma medida em relação a essa prática nociva que divide e enfraquece o movimento.

Ao final da Assembleia grande parte dos presentes se comprometeu a participar do Seminário sobre Reforma da Previdência, que seria realizado à tarde, numa atividade conjunto de nove entidades sindicais: SINDSERM THE, SINDESPI, ATEPEPI, ADCESPI, SINTECT-PI, SINDMAPI, SINTTEAR, SINDSERM Nazária e FESPPI. Também foi estendido o convite à participação, logo após o seminário, na Marcha da Periferia, evento no qual o SINDSERM THE também participa da organização.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!

Afinal o que é o HP?