Vitórias em defesa da democracia nas unidades de ensino da capital


O SINDSERM conseguiu na justiça liminares garantindo a participação nas eleições para as Direções de Escolas e CMEIs de chapas que tiveram inscrições indeferidas pela Comissão Eleitoral Central nas seguintes unidades de ensino:

E.M. Maria do Socorro
CMEI Luiz Gonzaga Pires
E.M. Bom Samaritano
E.M. Velho Monge

Obs.: Os processos do CMEI Tia Tânia e Darcy Araújo de Carvalho ainda serão julgados.

Deram um prazo de inscrição das chapas curtíssimo, com um fim de semana no meio. Antes disso, excluíram as escolas de tempo integral e as unidades novas com a ajuda de vereadores. Em seguida, ainda indeferiram várias inscrições de chapas, dando um tempo curtíssimo para acionar a justiça. O SINDSERM recorreu ao Oficial de Justiça para notificações. A notificação chegou no início da tarde desta quinta-feira, dia 6 de dezembro, na SEMEC.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!