Coordenação de pedagogas(os) se reúne com secretário de educação

Duas novas reuniões com a coordenação estão marcadas para os dias 3 e 10/06



Na última segunda, 26, a coordenação de pedagogas(os) do município de Teresina se reuniu com o secretário de educação, Paulo Vilarinho, para tratar do pontos da pauta deste setor. Estiveram presentes no encontro pedagogas representando CMEI,s e Escolas Fundamentais da rede municipal de ensino. Duas novas reuniões com a coordenação para tratar continuar a negociação dos pontos da pauta de reivindicações, estão marcadas para os dias 3 e 10 de junho.

1/3 de HP
O primeiro ponto discutido foi à garantia de um tempo de planejamento e elaboração de 1/3 da carga horária conforme revisão legal do Art. 64 da LDB 9394/96. As(os) pedagogas(os), assim como os professores, têm garantido por lei, a reserva de um terço da carga horária para estudo e planejamento de suas atividades. Lembrando que as(os) pedagogas(os) já tiveram garantido o referido e merecido que foi subtraído destes profissionais.

Outro ponto discutido foi a exigência da lotação das(os) pegadogas(os) por local de trabalho e não por quantidade de turmas, sem que se perca a gratificação, além da reivindicação de lotação de mais de um pedagoga nas escolas da rede publica municipal, com mais de dez(10) turmas. Atualmente existem mais de 50 pedagogas(os) lotadas em duas ou até três escolas. A solução para esses dois tópicos da pauta de reivindicação leva diretamente a um dos pontos da pauta dos servidores municipais que é a convocação imediata dos aprovados nos últimos concursos públicos. Na próximas reuniões o secretário irá dar uma resposta sobre o tema.

Sobre a Gratificação das(os) pedagogas(os), foi colocado que seja concedida para todas as(os) pedagogas(os) lotadas na rede pública municipal com referência de DAM 02, e ainda a isonomia no pagamento da gratificação. O secretário informou que a irá providenciar um estudo do impacto financeiro para efetivar esta reivindicação e nos próximos encontros vai se posicionar. O último ponto discutido na reunião foi o exercido pelas Superintendentes. A coordenação lembrou ao secretário que este cargo não existe no organograma da SEMEC, e que é totalmente desnecessário, portanto que seja extinto. E que as mais de 20 pedagogas(os) que estão nesta função sejam remanejadas para os locais de trabalho(Escolas e CMEI,s), que se encontram desprovidos de pedagogas(os).

No 1º de abril, ainda no período da greve, a pauta de reivindicações das(os) pedagogas(os) foi protocolada na Secretaria Municipal de Educação de Teresina. No dia 30 de abril foi também encaminhado ao secretário de educação pedindo informações que dizem respeito a: da quantidade de pedagogas(os); lotação das(os) mesmas(os); quantidade de escolas que não tem pedagogas(os), e da quantidade de professoras(es) que estão assumindo a função de pedagogas(os).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!