VERGONHA! Vereadores(as) aprovam reajuste inconstitucional enviado pela PMT


Na manhã de ontem, 24, a Câmara Municipal de Teresina mostrou mais uma vez  interesse de quem ela legisla. De forma irresponsável, 17 dos 26 vereadores/as aprovaram em segunda votação o Projeto de Reajuste Salarial Inconstitucional enviado pelo prefeito Firmino Filho(PSDB).

O reajuste de 5, 85% fere o princípio da Isonomia Salarial, excluindo diversas categorias(Magistério, Enfermagem, Odontologia e Radiologia) e desrespeita a Lei Orgânica do Município no que concerne o direito a Revisão Geral Anual, sempre na mesma data, sem distinção de índice. Com isso os servidores/as amargam 14 meses de reajuste 0%. Além de excludente o reajuste é rebaixado e não recompõe as perdas inflacionárias do período e não chega perto das perdas salariais dos/as servidores/as que ultrapassam os 43%.

Os Agentes de Trânsito também sofreram um grande golpe. O projeto também desrespeitou o acerto que havia sido feito pela PMT, onde esta garantia a Implantação da Gratificação pelo desgaste Físico e Mental no valor de 30% no vencimento de cada Agente de Trânsito. No entanto, o projeto aprovado pela CMT nesta terça, aprovou uma gratificação que incide no percentual de menor valor de vencimento do Agente de Transito no início de carreira. UMA VERGONHA!

A luta continua! Após a materialização de mais esse golpe do prefeito e dos vereadores de Teresina, a assessoria jurídica formalizou denúncia ao Ministério Publico acerca da inconstitucionalizado desse projeto de Reajuste da PMT para que sejam tomadas as devidas providências.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!