VERGONHA! Vereadores(as) aprovam reajuste inconstitucional enviado pela PMT


Na manhã de ontem, 24, a Câmara Municipal de Teresina mostrou mais uma vez  interesse de quem ela legisla. De forma irresponsável, 17 dos 26 vereadores/as aprovaram em segunda votação o Projeto de Reajuste Salarial Inconstitucional enviado pelo prefeito Firmino Filho(PSDB).

O reajuste de 5, 85% fere o princípio da Isonomia Salarial, excluindo diversas categorias(Magistério, Enfermagem, Odontologia e Radiologia) e desrespeita a Lei Orgânica do Município no que concerne o direito a Revisão Geral Anual, sempre na mesma data, sem distinção de índice. Com isso os servidores/as amargam 14 meses de reajuste 0%. Além de excludente o reajuste é rebaixado e não recompõe as perdas inflacionárias do período e não chega perto das perdas salariais dos/as servidores/as que ultrapassam os 43%.

Os Agentes de Trânsito também sofreram um grande golpe. O projeto também desrespeitou o acerto que havia sido feito pela PMT, onde esta garantia a Implantação da Gratificação pelo desgaste Físico e Mental no valor de 30% no vencimento de cada Agente de Trânsito. No entanto, o projeto aprovado pela CMT nesta terça, aprovou uma gratificação que incide no percentual de menor valor de vencimento do Agente de Transito no início de carreira. UMA VERGONHA!

A luta continua! Após a materialização de mais esse golpe do prefeito e dos vereadores de Teresina, a assessoria jurídica formalizou denúncia ao Ministério Publico acerca da inconstitucionalizado desse projeto de Reajuste da PMT para que sejam tomadas as devidas providências.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!

Afinal o que é o HP?