Comunidade escolar protesta contra retirada de auxiliares de turmas de maternal em Teresina e SINDSERM entra com ação no Ministério Público


A ação de retirada de auxiliares das turmas de maternal no ensino infantil do município de Teresina é mais uma demonstração de desrespeito e como a Prefeitura de Teresina e o secretário ilegal de educação, Kléber Montezuma, tratam profissionais, a comunidade escolar e as(os) alunas(os).

O SINDSERM, diante desta atitude lamentável afirma que todos os casos estão sendo acompanhados desde fevereiro e reuniões foram realizadas nas unidades de ensino afetadas. Essas ações serviram para subsidiar a representação do Sindicato que alerta para a sobrecarga de trabalho a qual professores(as) estão expostos(as) em turmas com mais de 25 alunos com três anos de idade. 

Tais profissionais são obrigados(as) a exercerem sozinhos(as) as atividades de lecionar, levar ao banheiro, dar o lanche e prestar assistência aos alunos com necessidades especiais. Uma comissão formada pelo SINDSERM, pais e mães de alunos e profissionais da educação estão acompanhando uma denúncia feita junto ao Ministério Público Estadual.

Confira nesta matéria:



A questão também estará em pauta novamente na Assembleia Geral da categoria no dia 11 de abril, a partir das 8h, no Teatro de Arena.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!