Prefeitura e Câmara Municipal de Teresina (PI) são multadas, adivinha quem vai pagar?

A velha prática ilegal e eleitoreira de distribuir cargos na máquina pública, que grassa nos poderes municipais de Teresina nas seguidas gestões demo-tucano-petebistas, causou mais um prejuízo ao erário público: a Justiça do Trabalho multou a Câmara e a Prefeitura Municipal de Teresina em mais de um milhão de reais por conta de contratações sem concurso público, como exige a Constituição.

O pior é que, em 2003, os chefes dos dois poderes municipais já haviam sido notificados, a Prefeitura sob o comando do tucano Sílvio Mendes e a Câmara dirigida por Ferreira (DEM), assinaram até um termo de conduta prontificando-se a fazerem concursos públicos para os cargos ocupados irregularmente. Entretanto, o que se viu foi só terror para os pais de famílias, ameaçados a parar no olho da rua a qualquer momento, e acomodações políticas para não se obter prejuízos eleitorais.

Expirado o prazo para a regularização exigida pela justiça nada foi feito e agora veio a bomba, a multa tem que ser paga e os representantes dos dois poderes dizem que não recorrerão e que pagarão, isto com a maior tranquilidade.

Fica então uma pergunta: Por que a Prefeitura Municipal de Teresina (PMT) recorre a todas as instâncias quando se trata de pagamento de direitos adquiridos por servidores concursados (como é o caso do pagamento retroativo da mudança de nível dos servidores técnicos-administrativos municipais) e não o faz com a mesma eficiência em outros casos?

Obs.: O caso dos níveis dos técnicos da prefeitura já foi inclusive transido em julgado e a PMT descumpre a lei despudorada.

Comentários

  1. Não podemos esperar outra coisa de poderes promíscuo (camara e prefeitura)

    pequena obs.
    corrige ai
    'que "graça" nos poderes municipais'
    grassar e não graçar

    João Araújo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!