Prefeito Elmano Férrer (PTB) mais uma vez desrespeitou os direitos dos (as) servidores (as) municipais de Teresina.

Passeata realizada durante a vitoriosa greve de 87 dias.
As professoras e os professores da rede municipal de Teresina que esperavam receber o abono de férias e a primeira metade do décimo terceiro agora no mês de julho tiveram uma grande frustração, O Prefeito Elmano Férrer (PTB) e o seu secretário Paulo Machado insistem em não querer reconhecer o direito de férias das professoras e professores que tem menos de um ano de serviço na rede pública municipal, baseado nisto eles não pagaram a parcela das férias e nem a metade do décimo terceiro destas trabalhadoras e destes trabalhadores.

A PMT alega que o Estatuto do Servidor no primeiro parágrafo do artigo 87 afirma que só tem direito a férias aquelas trabalhadoras e aqueles trabalhadores que têm mais de um ano de serviço.  Entretanto, eles fecham os olhos de forma maldosa para a ressalva feita no mesmo parágrafo para os casos de FÉRIAS COLETIVAS, que é o caso do magistério.

Não respeitar o direito dos trabalhadores é uma ação corriqueira da dupla Férrer e Machado e é por isto que estamos em estado de greve permanente.  Esta questão está tramitando na Justiça local, que já pediu a posição da PMT sobre o assunto, aguardamos agora a decisão da Justiça e acreditamos que ela nos será favorável. Porém, não podemos abaixar a guarda, continuaremos
 nossa luta para que a PMT cumpra a lei do Piso e o que assinou na ata de negociação da greve vitoriosa de 87 dias. Em agosto haverá nova assembleia. Caso seja necessário teremos uma nova greve.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.