SINDSERM vai pedir a prisão de Elmano Férrer e Paulo Machado



O Sindicato dos/as Servidores/as públicos/as Municipais  de Teresina (SINDSERM) irá pedir a prisão do prefeito Elmano Férrer (PTB) e do seu secretário de educação Paulo Machado.  Ambos descumprem ainda hoje a Lei Federal 11.738/2008, no tocante ao horário pedagógico dos/as professores/as.  O horário pedagógico, mais conhecido como HP, é o momento em que o/a professor/a tem para estudar, planejar aulas e elaborar provas e atividades.

A Lei federal diz, no seu quarto parágrafo, que "na composição da jornada de trabalho, observar-se-á o limite máximo de 2/3 (dois terços) da carga horária para o desempenho das atividades de interação com os educandos". Isto quer dizer que o horário restante é o HP e deve ser de NO MÁXIMO UM TERÇO da carga horária dos/as profissionais.


Paulo Machado e Elmano Férrer, têm obrigado aos professores e às professoras a entrarem em sala de aula no seu HP, para com isto não precisar contratar novos professores e professoras.  Aqueles que ousam desobedecê-los, fazendo-se cumprir a Lei Federal, estão sendo perseguidos e tendo seu salário descontados indevidamente.

A Justiça do Estado do Piauí, já está a par da situação e agora o SINDSERM com seus filiados irão pedir a prisão destes dois senhores por descumprimento da lei federal, além de apropriação indébita de dinheiro dos/as servidores/as.


TODOS AO ATO NESTA TERÇA (02/10) PELA MANHÃ EM FRENTE À SEMEC.  EM SEGUIDA SAIREMOS EM PASSEATA PARA PROTOCOLARMOS O PEDIDO DE PRISÃO DE PAULO MACHADO E ELMANO FÉRRER!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!