PREFEITURA DE TERESINA PÕE A MÃO NO DINHEIRO DO SINDSERM

Como retaliação à derrota da chapa oficial nas eleições
do SINDSERM, Prefeitura de Teresina “desfilia” servidores.



A Prefeitura Municipal de Teresina já algum tempo vem tomando deliberadas medidas de perseguição ao SINDSERM. Isto já acontecia na gestão anterior, que se notabilizou pela sua combatividade, e agora se repete após a eleição da nova diretoria, que irá manter o mesmo espírito combativo.
A PMT, que ainda deve ao SINDSERM o imposto sindical de 2004, numa atitude evidente de boicote a este sindicato, não repassou o valor da contribuição dos filiados referente ao mês de janeiro de 2014, dinheiro este descontado voluntariamente no contracheque do servidor.  Não contentes, os tucanos da administração municipal de Teresina, sequer fez recolhimento da contribuição no vencimento do mês de fevereiro, “desfiliando” assim de forma ilegal boa parte dos servidores municipais.
Esse jogo da Prefeitura já fora implementado em épocas passadas.  Quem não se lembra quando a mesma coisa aconteceu anos anteriores e os filiados, atendendo ao apelo do SINDSERM, teve que pagar a contribuição em espécie e de seu bolso, pois não aceitaram e não aceitam essa interferência da PMT no nosso sindicato.

A direção atual do SINDSERM, junto com sua assessoria jurídica, já está tomando as providências cabíveis. Estamos exigindo da SEMA os repasses imediatos dessas contribuições e estaremos denunciando à Delegacia do Trabalho e ao Ministério Público este tipo de crime perante à liberdade sindical pela Prefeitura de Teresina.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!