SERVIDORES OCUPARAM A PREFEITURA E FORÇARAM NEGOCIAÇÃO

As últimas quatro semanas foram de muitas mobilizações nos locais de trabalho, atos públicos e assembleias na frente da Prefeitura. A força do movimento já foi provada logo na primeira semana de greve, quando serviços importantes como Hospital de Urgência de Teresina, Centro Integrado Lineu Araújo, Vigilância Sanitária, setor de fiscalização da Strans e Laboratório Raul Bacelar aderiram ao movimento. Além disso, professores, trabalhadores da assistência social, servidores administrativos, técnicos de enfermagem e enfermeiros das Unidades Básicas de Saúde, CAP's e Hospitais também paralisaram as atividades.

A grande adesão ao movimento de greve é um reflexo do descontentamento dos servidores com a atual gestão municipal, que tem a frente o Prefeito Firmino Filho (PSDB). O descaso com o serviço público e o desrespeito com os trabalhadores estão se tornando marca dessa gestão. Desde janeiro tentando abrir um canal de diálogo com a prefeitura, para debater a pauta de reivindicações da categoria, mas até agora não houve nenhum avanço nas negociações. 

Depois de várias tentativas de negociação, todas negadas pelo Prefeito e seus secretários, os servidores resolveram ocupar o Palácio da Cidade, na última quarta-feira (21/05). A força do movimento obrigou o secretário de administração, Paulo Dantas, a receber uma comissão de servidores para uma reunião, onde foi acordado que a prefeitura iria apresentar uma proposta de reajuste e uma resposta à pauta de reivindicações dos trabalhadores hoje, dia 27/05, às 16 horas. 


Esse é o momento de fortalecer ainda mais a greve. Hoje, antes da reunião de negociação com a prefeitura, vamos nos reunir em Assembleia Geral para debater as pautas da negociação. A assembleia geral está marcada para hoje (27/05), às 15 horas, em frente à Prefeitura.  #TodosJuntosSomosFortes

Mobilização nas Unidades Básicas de Saúde!

Servidores do HUT em greve

Assembleia Geral em frente à Prefeitura

Ato Público durante Conferencia de Educação

Ato Público na GEVISA

Mobilização no HUT

Assembleia Geral, dia 21 de Maio.

Ato Público dos fiscais de trânsito

Ato Público durante inauguração de CRAS de Angelim, que será aberto em condições precárias!

Ocupação da Prefeitura que forçou a abertura de um canal de negociação.

Ato Público na frente da Secretaria de Educação


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!