SERVIDORES MUNICIPAIS PARALISAM AS ATIVIDADES NO PRIMEIRO DIA ÚTIL DO MÊS



Desde o último dia 30 de abril os servidores públicos municipais de Teresina estão em greve. Hoje pela manhã uma manifestação em frente ao Hospital de Urgência de Teresina paralisou parcialmente as atividades administrativas do hospital. O SAME , serviço de atendimento responsável pela marcação de consultas aderiu a grave e apenas os 30% obrigatórios por lei estão funcionando. Dos mais de 50 atendimentos diários, apenas 20 estão sendo realizados. 

A Greve Geral foi deflagrada pela representatividade de uma maioria de servidores administrativos, que recebem um vencimento básico de R$ 652,00, valor muito inferior ao salário mínimo. Somando com as gratificações e acréscimos de produtividade o salário final não passa de R$ 850, por 40h de trabalho. Além disso, esses servidores não recebem adicional de insalubridade, mesmo trabalhando em um ambiente sem as mínimas condições de trabalho. 

São os servidores administrativos da saúde, educação, Strans e outros órgãos de fiscalização do estado, que já somam 8 mil em toda a capital. 

Para Letícia Campos, presidente do Sindicato essa greve é reflexo da indignação dos servidores com a atual administração da prefeitura de Teresina. A falta de valorização e o assédio moral são as principais reclamações!

"Em uma conjuntura de crise econômica, arrocho salarial e retirada de direitos, o caminho que resta para os trabalhadores é a luta e a mobilização. Queremos e vamos lutar por um reajuste de 55,7%, pelo pagamento das mudanças de nível e o fim do assédio moral, pagamento da insalubridade, entre outros pontos da pauta de reivindicação", afirma.

Amanhã, a concentração será em frente a Strans, às 7h30, onde os fiscais de transporte estão com as atividades paralisadas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!