SERVIDORES APROVAM SUSPENSÃO DA GREVE GERAL

A greve do serviço público municipal de Teresina, que durou 63 dias, foi SUSPENSA. A decisão foi tomada em Assembleia Geral, realizada na semana passada, no teatro de arena.
Com ameaça de reajuste zero para os servidores, a greve da categoria foi importante para a arrancar um reajuste de 7%, além da criação de comissões de negociação setoriais, por denunciar os baixíssimos salários dos servidores administrativos e também os super salários dos secretários, como Kleber Montezuma que ganha 28 mil reais por mês.
A luta não se encerra com a suspensão da greve. Pelo contrário, agora começa uma nova etapa da mobilização dos servidores municipais. Categorias foram excluídas do reajuste, nossas perdas salariais acumulam 55%, as mudanças de nível continuam travadas, o assedio moral continua presente nos Locaia se trabalho. A luta segue contra tudo isso.
Além disso, ainda seguem as mobilizações setoriais e faremos uma agenda de trabalho para o próxima semestre. Houve descontos indevidos na saúde e educação. Estamos travando uma luta política, administrativa e Jurídica para reverter a situação
Enquanto isso, decidimos em Assembleia a realização do empréstimo aos servidores que tiveram descontos. Elegemos uma comissão de 6 membros ( 3 da base, 2 da direção e 1 conselho fiscal) para fazer um levantamento do total dos descontos e propor um procedimento para o empréstimo, que vamos debater no sábado em reunião de direção as 9h (contamos com todos).
Vamos ainda definir as ações políticas e jurídicas (processos de assédio moral ) nesta reunião e também definiremos um "Momento de amenidades" pós greve nessa reunião.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!