SUA DENÚNCIA É COMBUSTÍVEL

SE O CARRO DO PODER JUDICIÁRIO ANDA DEVAGAR PARA AS DEMANDAS DOS TRABALHADORES, NOSSAS DENÚNCIAS E PRESSÃO SOCIAL SÃO COMBUSTÍVEIS PARA DAR CELERIDADE AOS PROCESSOS!

Na viagem da vida e no dia a dia de trabalho, sabemos que o carro do poder Judiciário, além de lento e caro, também não é tão parcial quanto se diz, muitas vezes segue o mesmo trajeto dos caminhões da imprensa, dos empresários e políticos. O resultado é que no final da viagem, alguns setores são beneficiados, em detrimento de outros. Uma justiça nada justa!

Nós trabalhadores somos os principais atingidos com isso. Nossos direitos são retirados sem nenhum escrúpulo pelos governos e grandes empresários, sofremos perseguições e assédio e moral, trabalhamos em locais insalubres e muitas vezes sem adicional de insalubridade. E a justiça se mantém calada e morosa diante de todas essas atrocidades aos direitos trabalhistas.

Como o carro do poder judiciário anda muito devagar quando transporta as demandas dos trabalhadores (a exemplo da lentidão do processo reajuste de 2013, do caso do Padre Ângelo Iperiale, da Portaria 481 e da exoneração do secretário ilegal Kleber Montezuma), o SINDSERM vem fazendo denuncias constantes ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e já teve alguns retornos, assegurando mais celeridade aos processos.

Entretanto é necessário que a categoria também fortaleça essas denúncias. Convidamos todos os servidores municipais a manifestar denuncias no site do Conselho Nacional de Justiça. Veja como fazer isso:

PASSO A PASSO:

1 - Primeiro entre na página que liga você à Ouvidoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ): http://www.cnj.jus.br/ouvidoria-page/registre-sua-manifestacao ;
2 – Em seguida, preencha o espaço destinado à seus dados pessoais;
3 – Depois vem os “Dados do Relato”. Nesse campo você seleciona o “tipo do relato” como “Denúncia”, em seguida relata o caso;
4 – Finaliza transcrevendo um texto para validar sua manifestação e clica em “enviar”.
Conforme disposto no art. 2º e 4º, III, da Resolução n. 103/2010/CNJ, a Ouvidoria visa orientar, transmitir informações e colaborar no aprimoramento das atividades desenvolvidas pelo Conselho, bem como promover a interação com os demais órgãos do Poder Judiciário para o atendimento às demandas recebidas e aperfeiçoamento dos serviços prestados.

SINDSERM protocola denúncia de morosidade de processo relativo aos servidores. Veja resposta:



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!