Firmino continua sendo investigado após denúncias do SINDSERM

A denúncia do Sindicato das(os) Servidoras(es) Públicas(os) Municipais de Teresina (SINDSERM) junto ao Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI), dará uma oportunidade para testar a seriedade de vários membros do judiciário. A decisão de 4 votos a 3 no dia 20 de julho, trata-se de um fato histórico contra o poderoso esquema de poder que envolve Firmino Filho (PSDB).

Além do TCE-PI, o SINDSERM formalizou também outras denúncias no Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal e Ministério Público Eleitoral. O Sindicato está concluindo outra investigação, que compara as doações para campanha de Firmino com pagamentos que retiraram R$ 72 milhões da conta do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF) na última semana de setembro de 2016.

O resultado dessa investigação feita pelo Sindicato será anexado a todos os processos movidos pela SINDSERM e será divulgado amplamente. Dessa forma, a denúncia do SINDSERM é muito maior do que apenas os gastos com publicidade eleitoral.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!