Firmino continua sendo investigado após denúncias do SINDSERM

A denúncia do Sindicato das(os) Servidoras(es) Públicas(os) Municipais de Teresina (SINDSERM) junto ao Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI), dará uma oportunidade para testar a seriedade de vários membros do judiciário. A decisão de 4 votos a 3 no dia 20 de julho, trata-se de um fato histórico contra o poderoso esquema de poder que envolve Firmino Filho (PSDB).

Além do TCE-PI, o SINDSERM formalizou também outras denúncias no Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal e Ministério Público Eleitoral. O Sindicato está concluindo outra investigação, que compara as doações para campanha de Firmino com pagamentos que retiraram R$ 72 milhões da conta do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF) na última semana de setembro de 2016.

O resultado dessa investigação feita pelo Sindicato será anexado a todos os processos movidos pela SINDSERM e será divulgado amplamente. Dessa forma, a denúncia do SINDSERM é muito maior do que apenas os gastos com publicidade eleitoral.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!