SINDSERM decreta PARALISAÇÃO e convoca servidores(as) municipais para DIA NACIONAL DE LUTAS


  A juventude deu o exemplo e está nas ruas de todo o país protestando contra o preço e a qualidade do transporte coletivo nas grandes cidades. Desencadeou com isso um amplo processo de mobilização popular que sacudiu milhões de brasileiros cansados de tanto descaso e corrupção nas três esferas de governo.
       Em 2011, o SINDSERM protagonizou, lado a lado com juventude teresinense e o movimento popular, uma vitória extremamente importante contra a burguesia local, que teve repercussão nacional através da hastag #contraoaumentothe2011. Os movimentos sociais, em unidade com diversos grupos e indivíduos que moveram em torno de 30 mil pessoas em 05 dias de protestos pela cidade,  conquistaram a redução do preço da passagem, que foi comemorada no dia 02 de setembro daquele ano, na Praça da Liberdade.
     Em 2012, mais uma vez o Sindicato esteve presente nos protestos que foram marcados por uma forte repressão da Polícia Militar comandada pelo governador Wilson Martins (PSB). Nesta quinta-feira, 27 de junho, o movimento sindical entra em cena e a concentração inicial será na Praça da Liberdade, a partir das 15 horas, contando com a participação de várias entidades e militantes dos movimentos popular, estudantil e sindical, além o apoio de artistas locais.




                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                       

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!