SINDSERM participou do DIA NACIONAL DE LUTAS e constrói a GREVE GERAL DO DIA 11 DE JULHO!

     O Dia Nacional de Lutas e paralisações levou para as ruas, nesta quinta-feira, 27 de junho, as pautas dos(as) trabalhadores(as) e movimentos populares organizados, somando-se às manifestações que têm tomado conta do país nos últimos dias.

    Na última quarta-feira, dia 26, a presidente Dilma Rousseff recebeu representantes das centrais sindicais, mas não apresentou nenhuma medida concreta que atenda às reivindicações dos trabalhadores.

      O SINDSERM esteve presente na manifestação em Teresina, que teve início na Praça da Liberdade, passando pela Secretaria de Segurança onde um boneco representando o Secretário Robert Rios foi queimado, simbolizando o repúdio à truculência policial e denúncias de torturas a manifestantes presos.  O Palácio da Cidade e o Palácio de Karnak também foram alvo dos protestos de centenas de ativistas dos movimentos sindical, popular e estudantil.

    Após o encerramento, retornando à Praça da Liberdade, o DCE-UFPI e o SINDSERM garantiram o retorno de vários ativistas em ônibus fretados.

          A pauta operária vai ganhar ainda mais força no dia 11 de julho, com a greve convocada de forma conjunta pelas centrais sindicais CSP-Conlutas, CUT, Força Sindical, UGT, CGTB, CTB, CSB e NCST. 

 


 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.