51% DE REAJUSTE SALARIAL PARA MÉDICOS DE TERESINA

Mais um exemplo de como os gestores da Prefeitura Municipal de Teresina tratam com desigualdade e injustiça todos os seus servidores.

No início de 2013, ainda durante as negociações durant...e o período de greve, os secretários da prefeitura (principalmente o Sec de Finanças) declaravam que a prefeitura estava quebrada e que não havia condições de um reajuste salarial superior 0,5%.

PROVAMOS QUE ERA UMA INVERDADE!

Nesse mesmo período houve a denúncia que a PMT havia acordado com o Sindicato dos Médicos do Piauí - SIMEPI, um reajuste parcelado a partir de agosto de 2013 (muitos duvidaram e disseram que era "mania de perseguição e conspiração"). A denúncia tratava do referido acordo que foi realizado às vésperas da viagem do prefeito Firmino Filho para um congresso nos EUA na sede do SIMEPI, enquanto os demais servidores acampavam em frente à PMT aguardando reunião com o referido prefeito, algo que até agora não ocorreu.

Entretanto, ocorreu a aprovação de um reajuste retroativo ao mês de agosto no dia 22/08/2013 na Câmara Municipal de Teresina (não adianta pesquisar no site da CMT, pois nem mesmo divulgaram na pauta do dia), na qual também havia a proposta de garantia do último nível de gratificação do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica - PMAQ, sem que houvesse a garantia do alcance dos indicadores necessários (não foi confirmada a aprovação desse acordo), enquanto todos os outros profissionais de Estratégia de Saúde da Família-ESF e Núcleo de Apoio à Saúde da Família-NASF tem a obrigação de alcançar todas as metas para conseguirem o mesmo nível de gratificação.

O prefeito mostra como é a sua política: dividir para barganhar.

Todos tem o direito de salário digno e que valorize a carreira pública, pois o nosso dever é servir bem à comunidade, mas o que vemos é a falta de respeito com todos os demais servidores municipais que somam em torno de 25 mil trabalhadores que precisam desempenhar as suas funções sem a devida estrutura e com sobrecarga de trabalho acumulado, já que não recebem o suficiente para se dedicarem exclusivamente a um só serviço.

PARALISAÇÃO NACIONAL NO DIA 30 DE AGOSTO!
SÓ A LUTA POR NOSSOS DIREITOS NOS FARÁ SER RESPEITADOS

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!