Cumprindo decisão da Assembleia do SINDSERM servidores(as) da GEVISA paralisam por dois dias e ameaçam GREVE!

Os servidores da Gerência de Vigilância Sanitária – GEVISA iniciaram hoje paralisação das suas atividades como resposta aos ataques da de Firmino Filho (PSDB). O SINDSERM já encaminhou à Fundação Municipal de Saúde a pauta de reivindicação dos servidores da GEVISA, mas até o momento o presidente da FMS, Luis Lobão não não recebeu o Sindicato.  Os servidores paralisam hoje(09) e amanhã(10) e caso a não haja resposta  positiva sobre a pauta, uma greve por tempo indeterminado do setor pode ser  iniciada.

Os(as) servidores(as) estão reivindicando melhores condições de trabalho e a garantia dos seus direitos por parte da Fundação Municipal de Saúde"São quase 20 anos de um serviço que, apesar da falta de condições de trabalho, fazemos de tudo para que ele funcione. Os carros são sucateados, motoristas estão há três meses sem receber a gratificação, além da falta de segurança" lembra o representante de Base do SINDSERM Marcos Valério.

A GEVISA tem como função a fiscalização da qualidade dos alimentos oferecidos à população, como também a fiscalização do setor de medicamentos. 
Veja a pauta completa abaixo. 

• Manutenção da jornada de trabalho de 12x36 horas;
• Escala dos auxiliares em todas as linhas de inspeção (05), independente de abatedouro ou do número de animais a serem abatidos;
• Realização de concurso público;
• Preservar o atual quadro de auxiliares, e que sejam contratados mais auxiliares;
• Que seja feita a qualificação dos servidores e contratar mais auxiliares;
• Realizar inspeção em carcaças de pequenos animais(caprinos, ovinos e suínos), bem cmo fiscalizar os pontos que comercializam as mesmas;
• Reinstalação da CIPA(Comissão Permanente de Prevenção a Acidentes) e adquirir EPI’s(Equipamentos de Proteção Individual);
• Pagamento do retroativo de Insalubridade;
.  Pagamento da gratificação por exercício de Função Fiscal.







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!