Julgamento de Kleber Montezuma ocorrerá na quarta-feira, dia 25. Categoria estará presente a partir das 7h30 no Tribunal de Justiça

A desonestidade do Secretário de Educação de Teresina, Kleber Montezuma(PSDB), denunciada em mais um processo judicial, poderá funcionar como um "divisor de águas" no poder judiciário piauiense, dada a ilegalidade explícita cometida pelo poderoso réu. Na quarta-feira, 25 de julho, o SINDSERM acompanhará de perto o julgamento do truculento gestor, numa ação de IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA movida pelo Ministério Público e muito bem fundamentada pelo Promotor Fernando Santos.

A Procuradora de Justiça Martha Celina, emitiu um parecer muito sensato sobre o processo, onde considerou DESONESTA, DESONROSA e DESLEAL, a intenção do secretário em permanecer no cargo até hoje. Além da exoneração do cargo a Procuradora defende que sejam devolvidos ao erário público todos os salários recebidos ilegalmente por Montezuma.(Documento completo no link http://sindsermteresina.com.br/…/Parecer-Martha-Celina-s-Mo…).

Na primeira instância, o processo foi julgado pelo Juiz Rodrigo Allagio (na foto, ao lado do seu cunhado Charles Silveira, Secretário de Governo da PMT) que, surpreendentemente, considerou a ação improcedente.


O Ministério Público recorreu e, no julgamento marcado para o dia 09 de maio deste ano, o SINDSERM estava presente com vários aivistas da base da categoria, tão massacrada pelo gestor. Montezuma(PSDB) conseguiu o adiamento do seu julgamento, utilizando a "surrada" tática de mudar de advogado e pedindo vistas do processo . Sua intenção foi empurrar o julgamento para o período das férias escolares (como, de fato, ocorreu) visando diminuir a repercussão. Porém, a categoria já confirmou a presença e estará mais uma vez EXIGINDO QUE SE FAÇA FINALMENTE JUSTIÇA!

Trabalhadores(as) em Educação de Teresina aguardam ansiosamente a punição do gestor mais autoritário e truculento da história de Teresina. Suas perseguições e imposições orientadas por interesses meramente econômicos e partidários já provocaram várias tragédias pessoais, gerando inúmeras excrescências antipedagógicas, temerariamente assumidas por assessores e seguidoras. Responsável pela consolidação do ASSÉDIO MORAL COMO MÉTODO DE GESTÃO na rede municipal de ensino, visa ampliar para outros órgãos sua forma autoritária, arcaica e reacionária de gerir a coisa pública.

Dia 25 de julho, a partir das 7h30, no Tribunal de Justiça, um compromisso IMPERDÍVEL para quem deseja saber quem é quem no Judiciário piauiense. Uma boa oportunidade para saber quem não se submete ao poder, pretensamente soberano, dos mandatários da província.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.