Julgamento de Kleber Montezuma ocorrerá na quarta-feira, dia 25. Categoria estará presente a partir das 7h30 no Tribunal de Justiça

A desonestidade do Secretário de Educação de Teresina, Kleber Montezuma(PSDB), denunciada em mais um processo judicial, poderá funcionar como um "divisor de águas" no poder judiciário piauiense, dada a ilegalidade explícita cometida pelo poderoso réu. Na quarta-feira, 25 de julho, o SINDSERM acompanhará de perto o julgamento do truculento gestor, numa ação de IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA movida pelo Ministério Público e muito bem fundamentada pelo Promotor Fernando Santos.

A Procuradora de Justiça Martha Celina, emitiu um parecer muito sensato sobre o processo, onde considerou DESONESTA, DESONROSA e DESLEAL, a intenção do secretário em permanecer no cargo até hoje. Além da exoneração do cargo a Procuradora defende que sejam devolvidos ao erário público todos os salários recebidos ilegalmente por Montezuma.(Documento completo no link http://sindsermteresina.com.br/…/Parecer-Martha-Celina-s-Mo…).

Na primeira instância, o processo foi julgado pelo Juiz Rodrigo Allagio (na foto, ao lado do seu cunhado Charles Silveira, Secretário de Governo da PMT) que, surpreendentemente, considerou a ação improcedente.


O Ministério Público recorreu e, no julgamento marcado para o dia 09 de maio deste ano, o SINDSERM estava presente com vários aivistas da base da categoria, tão massacrada pelo gestor. Montezuma(PSDB) conseguiu o adiamento do seu julgamento, utilizando a "surrada" tática de mudar de advogado e pedindo vistas do processo . Sua intenção foi empurrar o julgamento para o período das férias escolares (como, de fato, ocorreu) visando diminuir a repercussão. Porém, a categoria já confirmou a presença e estará mais uma vez EXIGINDO QUE SE FAÇA FINALMENTE JUSTIÇA!

Trabalhadores(as) em Educação de Teresina aguardam ansiosamente a punição do gestor mais autoritário e truculento da história de Teresina. Suas perseguições e imposições orientadas por interesses meramente econômicos e partidários já provocaram várias tragédias pessoais, gerando inúmeras excrescências antipedagógicas, temerariamente assumidas por assessores e seguidoras. Responsável pela consolidação do ASSÉDIO MORAL COMO MÉTODO DE GESTÃO na rede municipal de ensino, visa ampliar para outros órgãos sua forma autoritária, arcaica e reacionária de gerir a coisa pública.

Dia 25 de julho, a partir das 7h30, no Tribunal de Justiça, um compromisso IMPERDÍVEL para quem deseja saber quem é quem no Judiciário piauiense. Uma boa oportunidade para saber quem não se submete ao poder, pretensamente soberano, dos mandatários da província.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!