Câmara Municipal de Teresina aprova em primeira votação GOLPE de Firmino Filho(PSDB)


Nesta quarta, 16, a Câmara Municipal de Teresina aprovou em primeira votação que prevê uma reforma administrativa da prefeitura de Teresina. Com esse projeto o Prefeito pretende criar novas secretarias, uma fundação, além de fazer a realocação de recursos do orçamento 2013, aprovado no ano passado. Dos 29 vereadores, 17 legisladores votaram a favor dessa aberração.O SINDSERM fez um protesto em frente à Camara Municipal denunciando a REFORMA SANGUESSUGA.

A proposta encaminhada pelo tucano cria mais de mil cargos comissionados com salários exorbitantes. Essa quantidade de cargos serve única e exclusivamente para o prefeito agradar seus apaniguados. Para se ter uma idéia os salários dos superintendentes irão passar de R$ 10 mil.
Enquanto isso, o prefeito Firmino Filho(PSDB) mandou suspender o pagamento da folha suplementar com as férias, que estava preparada e o compromisso da FMS era pagar até o dia 02 de janeiro, a do magistério, prevista para sair dia 15 de janeiro. Além de não pagar a insalubridade dos(as) servidores(as) da saúde, hora extra, 13º e salário de dezembro (de alguns servidores).
Para garantir a votação da reforma sanguessuga dos tucanos o presidente da Camara Municipal de Teresina, Rodrigo Martins (PSB), aliado do prefeito, mobilizou com ajuda do governador Wilson Martins (PSB) e do secretario de segurança Robert Rios (PCdoB) uma grande quantidade de policiais civis (no mínimo uns 15 a 20) sem contar com a PM. Todos registrados pelo SINDSERM.
SINDSERM entragando a denúncia
Terça-feira o SINDSERM deu entrada no Ministério Público do Estado no pedido da suspensão da referida reforma administrativa.  
A segunda votação do GOLPE contra a sociedade Teresinense vai ocorrer amanhã, 18 de janeiro. Não podemos aceitar que o prefeito Firmino Filho (PSDB) consiga levar a diante essa proposta que rateia ainda mais a prefeitura de Teresina.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!