FMS assume compromisso de entregar ao SINDSERM, até 05 de agosto, a relação dos locais insalubres!

 Além disso, no pagamento de julho serão devolvidos os descontos ilegais realizados nos contracheques de grevistas.

      Em reunião com o Presidente da Fundação Municipal de Saúde - FMS, nesta quinta-feira, 06 de julho, a Direção do SINDSERM e membros da Comissão Permanente de Negociação, exigiram que fosse determinado imediatamente o grau de insalubridade de cada local de trabalho da Fundação Municipal de Saúde (atenção básica), da mesma forma que já foi exigido à Fundação Hospitalar de Teresina.
    À medida que forem sendo identificados os locais insalubres, deverão ser pagas as gratificações, de maneira retroativa.
     A exemplo do que já foi negociado e garantido com a FHT, também serão devolvidos nos contracheques do mês de julho, todos os descontos realizados nos contracheques dos servidores por conta da Greve Geral dos Servidores Municipais, iniciada em 18 de fevereiro.
          O SINDSERM comunicou na reunião que iniciará um processo de discussões para a elaboração e implementação de um Plano de Cargos Carreira e Salários dos Trabalhadores da Saúde Municipal de Teresina, de maneira que sejam contemplados num só documento legal todas os cargos da saúde.
          A unificação dos PCCS em um só documento, simplificará as negociações, uma vez que o sindicato representa legalmente a todos os servidores(as) públicos municipais de Teresina, na administração direta e indireta. Luiz Lobão informou que não sabia que o SINDSERM já tinha a carta sindical e representa legalmente a técnicos de enfermagem, enfermeiros, médicos, técnicos em radiologia, enfim a todos os servidores municipais. 
       Alegando que ainda não estava sabendo que o Ministério do Trabalho e Emprego já havia concedido o registro sindical do SINDSERM com essa abrangência, o Presidente da Fundação Municipal de Saúde, que é médico e servidor municipal, solicitou uma ficha de filiação. A ficha lhe foi entregue e informado que, caso algum servidor não concorde com a sua filiação, somente numa assembleia geral ele poderá ser desfiliado mediante proposição e votação da categoria. Cumprir a palavra dada na Mesa de Negociação já é um bom argumento pra se manter no quadro de filiados do sindicato.

    SINDSERM, GESTÃO  BASE EM AÇÃO, SINDICATO É PRA LUTAR!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!