Greve Geral de 48 horas continua e a partir de 13 de junho movimento será por tempo indeterminado

O movimento iniciado desde as primeiras horas desta quarta-feira (24) pelas(os) servidoras(es) públicas(os) municipais de Teresina envolve diversos setores como educação, saúde, administrativos, STRANS, trabalhadoras(es) do Lineu Araújo, radiologistas do Hospital de Urgência de Teresina (HUT), laboratório Raul Bacelar, SAMU, dentre outros setores representados pelo SINDSERM. 

A primeira atividade realizada foi a Assembleia Geral ocorrida nesta manhã no Teatro de Arena. A programação da Greve Geral de 48 horas segue com os seguintes eventos:

24 de maio – ato político-cultural, às 17h, na praça Pedro II (organização do Fórum Piauiense em Defesa da Previdência Pública);

25 de maio – debate “As reformas e o Brasil pós-Temer”, às 9h, no auditório da Central de Artesanato (convidados: OAB-PI, MP-PI e movimentos sociais);

Mobilização permanente nos dois dias em todos os locais de trabalho.

Em decisão votada na Assembleia Geral desta manhã, as(os) servidoras(es) públicas(os) municipais de Teresina estarão em greve por tempo indeterminado a partir do dia 13 de junho, quando ocorrerá uma nova Assembleia Geral.

Cobertura fotográfica completa no Facebook Sindserm Teresina



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!