Sindserm pautará as demissões dos serviços prestados em sua próxima reunião de diretoria


A proposta inicial é buscar amparo legal para a permanência dos
prestadores de serviço na PMT

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresina - SINDSERM, procurado por inúmeros servidores da prefeitura de Teresina que prestam serviços terceirizados, os denominados serviços prestados, irá pautar as suas prováveis demissões do quadro de servidores da PMT em sua próxima reunião de diretoria, marcada para o dia 24 de janeiro. Há a possibilidade de mais de 2 mil servidores serem demitidos devido a uma crise financeira na prefeitura de Teresina e a um acorde de conduta entre a PMT e a justiça do trabalho.  A PMT teria que demitir prestadores de serviço na Saúde, Educação e Administração em cumprimento à solicitação da Procuradoria Regional do Trabalho.
De acordo com o presidente do Sindserm, Francisco Sinésio (Délio), esses servidores devem garantir seus direitos e, caso haja algum amparo jurídico, todos eles devem procurar suas efetivações e enquadramento na prefeitura de Teresina. "O sindserm está sendo chamado, quer queira, quer não, a organizar esse pessoal. Iremos pautar esse problema em nossa próxima reunião de diretoria. O que não podemos, e nem iremos fazer, é fechar os olhos para mais esse problema no serviço público municipal", afirma Délio. Somente após o dia 24 de janeiro é que o sindicato dos servidores públicos municipais irá convocar os serviços prestados para uma reunião com a sua assessoria jurídica. As possíveis demissões no quadro de terceirizados só deverão acontecer em março.  Até lá, o Sindserm buscará formas legais para amparar esses servidores.
Mais informações:

Joaquim Monteiro - Diretor de comunicação do sindserm
3221 3165 - 9452 3087
sindsermthe2011@gmail.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!