A GREVE CONTINUA! Todas(os) à Câmara Municipal contra o deboche dos 3%




Na Assembleia Geral de hoje (23), a categoria aprovou a proposta defendida pela Direção do Sindicato das(os) Servidoras(es) Públicas(os) Municipais de Teresina (SINDSERM) e a Greve Geral do Serviço Público Municipal continua por tempo indeterminado. Essa foi uma demonstração de força e indignação da categoria contra a truculência do prefeito Firmino Filho (PSDB) que rasga a Constituição Federal e ainda quer impor um aumento de 3% para as(os) trabalhadoras(es) que estão há dois anos sem reajuste salarial e com defasagem acima de 40%.

Amanhã, quinta-feira (24), temos compromisso de lotar a Câmara Municipal para cobrar dos vereadores a retirada de pauta e um reajuste digno. Vamos cobrar também a mediação da Câmara para abrir negociação sobre a Pauta da Greve de maneira urgente.

O SINDSERM persiste ao lado de guerreiras(os) que não se rendem e desafia os inimigos da classe trabalhadora contra os ataques. Exigimos reajuste, as mudanças de nível, melhores condições de trabalho, o fim do assédio moral e cadeira para corruptos e corruptores.

A categoria já deliberou que o movimento continua por tempo indeterminado e no dia 30 de maio, às 8h, em frente à PMT, será realizada uma nova Assembleia no acampamento onde estão sendo feitos os atendimentos diários e as reuniões do Comando de Greve.

Se o REAJUSTE ZERO já era caso para polícia e Justiça por ser um descumprimento direto à Constituição Federal, esses 3% são um verdadeiro deboche contra as(os) trabalhadoras(es) do serviço público da capital. Os servidores municipais estão há dois anos sem receber reajuste e alguns vencimentos são inferiores a um salário mínimo. 

Além da ação na Câmara, manteremos o acampamento diário em frente à sede do Palácio da Cidade como tentativa de pressionar a gestão do município para que receba a categoria.

No dia 30 de maio, no acampamento da greve, a partir das 8h, será realizada uma nova Assembleia Geral. Além dessa deliberação, a categoria votou também os nomes que irão compor com a Direção, a Comissão da Base para negociações com o IPMT:

1) Edvar Silva Vieira -Caps II Sul
2) Valdenison Pereira de Aragão - Caps II Sul
3) Ana Paula Rodrigues da Cruz - HUT e Raul Bacelar
4) Cristiane de Castro Bastos - Escola Municipal Areias

A greve segue cada vez mais forte!

A GREVE CONTINUA! FIRMINO, A CULPA É SUA!
REAJUSTE SALARIAL E.MUDANCA DE NÍVEL, JÁ!
0% É CASO DE POLÍCIA! 3% É DEBOCHE!
DEVOLUÇÃO JÁ, DO PRECATÓRIO DO FUNDEF!
EDUCAÇÃO VAI MAL, COM SECRETÁRIO ILEGAL!
CAI FORA, MONTEZUMA!
CADEIA PARA CORRUPTOS E CORRUPTORES!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!