Prefeitura de Teresina torna servidor público municipal caloteiro.

A Prefeitura Municipal de Teresina, com o pretexto de acatar a norma que diz que emprestimos em consignação não podem onerar mais de 30% do valor da remuneração do servidor, tirou dos contracheques os descontos para pagamentos destas dívidas. O problema é que não avisou previamente aos donos destes contracheques.
Muitos servidores denunciam que chegaram em suas casas correspondências com conbranças bancárias com ameaça de inclusão de seus nomes nos órgãos de proteção ao crédito caso não quitem o atraso. Alguns até animados com o dinheirto a mais que veio no contracheque (sem os descontos), imaginando que seria algum reajuste, fizeram compras extras agora estão sem saber como pagar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!