Servidores públicos municipais de Teresina denunciam abuso de poder e atrasos em pagamentos de adicionais de produtividade no laboratório Raul Bacelar




Os funcionários do laboratório municipal Dr. Raul Bacelar realizaram na manhã de ontem, 22,  protesto nas dependências do seu local de trabalho, o ato contou com o apoio da direção do SINDSERM.  Juntos, servidores municipais e a direção do sindicato, tiveram uma audiência com o diretor do laboratório, o médico Henrique Castelo Branco.

Os servidores do laboratório denunciavam atrasos no pagamento de plantões e adicionais de produtividade, além da ausência do pagamento de adicional de insalubridade, exigiram, também, o fim da terceirização de funcionários, eleições direta para diretor, transparência e democracia na gestão e na prestação de contas do órgão.

Henrique Castelo Branco negou as denúncias de abuso de poder, quanto aos atrasos, afirmou que a resolução do problema não estaria em suas mãos, empurrou o problema para a Fundação Municipal de Saúde.  No entanto, deixou escapar que comunga com a opinião da gestão municipal de que não seriam justos os valores do adicional de produtividade que legalmente deveria ser pago aos funcionários, uma vez que, segundo ele, boa parte do serviço seria feito por máquinas, esta afirmação foi logo rebatida pelos funcionários, eles afirmaram que, mesmo com a maquinaria, a carga de serviço é muito elevada.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!