Presidente da Fundação Municipal de Saúde dá "chá de cadeira" em sindicalistas.


A audiência que estava marcada para a manhã de hoje na sede da Fundação Municipal de Saúde de Teresina (FMS) entre representantes sindicais dos servidores da saúde e o presidente do órgão, o médico Pedro Leopoldino, foi cancelada devido a ausência do mesmo. A comissão (formada por integrantes do SINDSERM, do SINDEACS e do SINDAST) estava na hora marcada, nove horas da manhã permanecendo por mais de duas horas esperando até desistir e pedir a remarcação da audiência.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!