Greve dos(as) servidores(as) técnico-administrativos do HUT incomoda prefeito e juiz decreta ilegalidade do movimento.


Depois de mais de uma semana de greve, os(as) servidores(as) técnico-administrativos do HUT terão que voltar ao trabalho o quanto antes é o que determinou o juiz Oton Lustosa, da 1ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública, que decretou a ilegalidade do movimento e a multa de R$ 10.000,00 para o SINDSERM caso os servidores não atenda a determinação judicial.  Entretanto, a greve dos outros técnicos-administrativos da FMS continua.

O movimento paredista dos servidores e servidoras do HUT incomodou bastante o Prefeito Elmano Férrer e o presidente da FMS Pedro Leopoldino a tal ponto de este último fugir pelos fundos da repartição para não enfrentar os servidores.  Um dos pontos positivos da greve foi a coragem dos(as) jovens servidores(as) do HUT, que mostraram disposição e valentia.

Até o fechamento desta matéria (16 horas e 20 minutos) ainda permaneciam em reunião traçando novas estratégias para continuar a luta pelos seus direitos covardemente tirados pela Prefeitura Municipal de Teresina

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!

Afinal o que é o HP?