Greve dos(as) servidores(as) técnico-administrativos do HUT incomoda prefeito e juiz decreta ilegalidade do movimento.


Depois de mais de uma semana de greve, os(as) servidores(as) técnico-administrativos do HUT terão que voltar ao trabalho o quanto antes é o que determinou o juiz Oton Lustosa, da 1ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública, que decretou a ilegalidade do movimento e a multa de R$ 10.000,00 para o SINDSERM caso os servidores não atenda a determinação judicial.  Entretanto, a greve dos outros técnicos-administrativos da FMS continua.

O movimento paredista dos servidores e servidoras do HUT incomodou bastante o Prefeito Elmano Férrer e o presidente da FMS Pedro Leopoldino a tal ponto de este último fugir pelos fundos da repartição para não enfrentar os servidores.  Um dos pontos positivos da greve foi a coragem dos(as) jovens servidores(as) do HUT, que mostraram disposição e valentia.

Até o fechamento desta matéria (16 horas e 20 minutos) ainda permaneciam em reunião traçando novas estratégias para continuar a luta pelos seus direitos covardemente tirados pela Prefeitura Municipal de Teresina

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.