SINDSERM lança abaixo assinado exigindo a saída do diretor do Hospital do Satélite, Francisco Passos



Nesta segunda, o SINDSERM esteve mais uma vez presente em um ato no Hospital do Satélite, Zona Leste de Teresina. O objetivo do ato foi o lançamento de um abaixo-assinado exigindo a saída do diretor Francisco Passos, que vem assediando os(as) servidores(as) do local e querendo jogar a população da região contra os(as) servidores(as). 

Servidora do Hospital assinando abaixo-assinado

O abaixo-assinado estará colhendo assinaturas dos(as) servidores(as) e comunidade em geral e depois será entregue ao presidente da FMS informando que os trabalhadores do hospital não suportam mais as atitudes que estão sendo tomadas pelo diretor Francisco Passos, portanto pedindo a sua saída imediata do cargo, além de compôr um dossiê que está sendo feito denunciando o diretor. O documento(abaixo-assinado) exige ainda a realização de eleições para a direção deste e de outros hospitais, com a participação de servidores(as) e usuários no processo de escolha.

A situação do hospital do satélite é crítica. Os(as) servidores(as) já não suportam mais a forma autoritária e irresponsável de atuação deste diretor, apadrinhado do prefeito Elmano Férrer(PTB). Alguns dos(as) servidores(as) vítimas de assédio moral registraram Boletins de Ocorrência formalizando a prática de assédio moral vinda do diretor Francisco Passos. 

Multidão sofrendo com a falta de organização dos gestores da saúde de Teresina
Constatamos também uma fila imensa de cidadãos esperando para a marcação de consultas e exames no primeiro dia útil do mês. Uma constante na vida da população e decorrência da irresponsabilidade e falta de compromisso que o prefeito de Teresina, Elamno Férrer(PTB) e os gestores dos Hospitais, como o intransigente Francisco Passos tem com a sociedade usuária do serviço de saúde público. FORA FRANCISCO PASSOS!  





Moradores apoiando a manifestação e assinando o documento que exige a saída do diretor Francisco Passos
A própria comunidade não está concordando com as atitudes do gestor e está assinado o abaixo assinado exigindo a sua exoneração da função de diretor. Apenas hoje, 03, foram colhidas mais de 100 assinaturas entre servidores(as) e comunidade da região.
 


ASSÉDIO MORAL É CRIME, PUNIÇÃO PARA QUEM OPRIME! Estaremos fazendo mais atos como esse. É preciso reforçar a campanha FORA FRANCISCO PASSOS! Chega de assédio moral!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.