Servidores municipais em greve reestabelecem acampamento; a greve ganha adesão da STRANS, e SINDSERM entrega denuncias ao MPE . ASSEMBLEIA GERAL NESTA TERÇA, 26, NO TEATRO DE ARENA



os servidores municipais de Teresina, em greve há 35 dias, restabeleceram seu acampamento em frente à PMT nesta sexta-feira (22), uma semana após o ato de truculência e autoritarismo do prefeito Firmino Filho (PSDB) que mandou policiais e fiscais apreenderem todo o material que se encontravam no antigo acampamento.  O movimento grevista conta agora também com a importante adesão  dos servidores da STRANS. Além disso, o SINDSERM entregou denuncias ao MPE de ilegalidades da prefeitura de Teresina. Agora é Saude, Educação, STRANS, NUTRANS estão em greve! As SDU's e o SAMU estão também aderindo ao movimento grevista. Na terça, 26 de março tem Assembleia Geral no Teatro de Arena, a partir das 8h.

STRANS em greve!

Os trabalhadores resolveram acampar em frente à Prefeitura de Teresina no dia 13 de março tentando forçar o gestor municipal a negociar os pontos da pauta de reivindicações apresentada ainda no mês de janeiro. O acampamento mudou a rotina do centro da cidade e incomodou os tucanos encastelados no Palácio da Cidade.  Firmino passou a se esconder e a despachar em outros locais, abandonado assim a sede da administração municipal.  A ação truculenta ocorrida no sábado, dia 16, contou com a colaboração ilegal de policiais que compõem a segurança do prefeito e de seus secretários.  O SINDSERM registrou boletim de ocorrência e já reaviu seus pertences.

  • SINDSERM entrega denúncias ao MPE
"A assessoria jurídica do SINDSERM juntamente com a Central Sindical e Popular – CONLUTAS, entregou uma série de denúncias ao MPE, que são: vazamento de radiação no HUT; colocação de estudantes nas escolas para assumirem turmas, e em hospitais e postos de saúde; 28 veículos que estão parados no pátio da NUTRANS (Núcleo de Apoio ao Trânsito), precisando apenas de pequenos consertos"afirma Sinésio Soares, presidente do SINDSERM. "Ao invés de consertar os veículos a prefeitura prefere alugar a preços exorbitantes carros particulares para realizar o serviço", completa.

O SINDSERM pediu que o ministério público apure as denuncias feitas pelo sindicato. O promotor Fernando Santos afirmou que notificará a prefeitura nos próximos dias para que seja realizada uma Audiência Pública como objetivo de discutir a greve dos municipais e as denúncias.  Além disso, o SINDSEM já entrou com uma ação preventiva contra a PMT para evitar o corte do ponto dos servidores que aderiram à greve e acabar com esse terrorismo barato que vem sendo disseminado pelo prefeito Fiminóquio e seus apaniguados.

A GREVE CONTINUA. FIRMINO(PSDB), A CULPA É SUA!
SINDSERM (filiado à CSP-Conlutas, gestão Base em Ação. Sindicato é pra lutar!










A GREVE CONTINUA. FIRMINO(PSDB), A CULPA É SUA!

Terça, 26 de março tem Assembleia Geral no Teatro de Arena, a partir das 8h.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!