Assembleia Geral dos Servidores Municipais de Teresina, segunda, 15/04, 8 h. no Teatro de Arena.


Comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. SINDSERM - THE SINDICALISMO É PELEGAGEM
    Após cinquenta e quatro dias de greve do SINDSERM - THE alguns líderes do comando de greve, resolveram por em votação a recuada da greve iniciada no último dia 18 de fevereiro de 2013 e, segundo eles, após várias tentativas de negociar com a MISÉRIA DO PREFEITO DE TERESINA FIRMINO FILHO e mediante o silêncio dele em resolver a greve, a ALA do PSTU infiltrada no nosso sindicato resolveu, por questão de “estratégia” recuar e desistir do movimento, alegando a fragilização dos servidores da educação municipal, ISSO É ARGUMENTO? Nem parece que esses pelegos são de um “partidinho” medíocre e marxista que pregam a radicalização dos movimentos sociais, a greve nunca fez e, nem nunca vai fazer sentido, se diante dos sindicatos estiverem pessoas comprometidas com picuinhas partidárias.
    Se já somos fragilizados, por natureza, a greve deve continuar, até a gente receber o que de fato é nosso. Mas essas decisões de líderes sindicalistas já se tornaram comum, sempre que uma greve surge, a uma contraposta de bastidores, e é isso que parece que aconteceu com o nosso SINDSERM, desde tempos históricos que os “partidinhos” usam as classes trabalhadoras como pilotam de frente para garantir suas regalias conquistadas dentro do sistema. A greve não faz sentido quando se tem um prefeito e um sindicato miserável. A greve não deve continuar se ela for partidária, ele deve ser um esforço de classe e, devem partir da aclamação dos seus maiores representantes os trabalhadores e trabalhadoras.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!

Afinal o que é o HP?