Greve da Educação é suspensa!

      Em Assembleia da Educação realizada hoje, 30, os servidores municipais do setor decidiram suspender o movimento grevista. Terça feira, 03 de junho, tem Assembleia Geral com todos os servidores do município, a partir das 8h, na Câmara Municipal de Teresina, dia que será votado o reajuste salarial de míseros 5,85%, e que exclui a Enfermagem, Radiologia, Odontologia e o Magistério do município.

    A Educação municipal estava em greve desde o dia 20 de maio e tinha como pauta de reivindicação o reajuste linear salarial dos servidores municipais de 43% com a inclusão do magistério; a revogação imediata da Portaria 481(que aumenta a jornada de trabalho e coloca em risco a saúde dos trabalhadores da educação); fim do programa de meritocracia; e o repasse aos professores do valor consolidado do custo aluno do exercício de 2014(portaria MEC/nº364/28 de abril de 2014). 

    Continuaremos fazendo o trabalho de base em cada local de trabalho e lutando contra a implantação da Portaria 481 e o Programa de Meritocracia e valorização do Magistério. Convocamos todos/as os/as servidores/as da educação para estarem presentes na Assembleia Geral nesta terça, 03 de junho, na CMT, para impedir que aquela Casa vote esse reajuste imoral e excludente.

5,85% É DESRESPEITO!

43% DE REAJUSTE PARA TODOS/AS OS/AS SERVIDORES MUNICIPAIS!

      PMT faz descontos ilegais
     O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB) atacou mais uma vez os trabalhadores e as trabalhadoras da educação municipal de Teresina promovendo descontos em seus contracheques de forma ilegal. Fomos surpreendidos até com contracheques zerados. Desde a manhã de ontem, 29/05, no SINDSERM recebemos telefonemas denunciando descontos nos contracheques. Alertamos a todos(as) servidores(as) da educação que verifiquem seus saldos bancários, caso seja identificado o desconto que dirija-se ao SINDSERM (rua Quintino Bocaiuva, 446, centro/norte), para que possamos tomara as medidas cabíveis.

TODOS E TODAS PARA A ASSEMBLEIA GERAL DIA 03 DE JUNHO, 
ÀS 8H, NA CÂMARA MUNICIPAL. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!