Greve da Educação é suspensa!

      Em Assembleia da Educação realizada hoje, 30, os servidores municipais do setor decidiram suspender o movimento grevista. Terça feira, 03 de junho, tem Assembleia Geral com todos os servidores do município, a partir das 8h, na Câmara Municipal de Teresina, dia que será votado o reajuste salarial de míseros 5,85%, e que exclui a Enfermagem, Radiologia, Odontologia e o Magistério do município.

    A Educação municipal estava em greve desde o dia 20 de maio e tinha como pauta de reivindicação o reajuste linear salarial dos servidores municipais de 43% com a inclusão do magistério; a revogação imediata da Portaria 481(que aumenta a jornada de trabalho e coloca em risco a saúde dos trabalhadores da educação); fim do programa de meritocracia; e o repasse aos professores do valor consolidado do custo aluno do exercício de 2014(portaria MEC/nº364/28 de abril de 2014). 

    Continuaremos fazendo o trabalho de base em cada local de trabalho e lutando contra a implantação da Portaria 481 e o Programa de Meritocracia e valorização do Magistério. Convocamos todos/as os/as servidores/as da educação para estarem presentes na Assembleia Geral nesta terça, 03 de junho, na CMT, para impedir que aquela Casa vote esse reajuste imoral e excludente.

5,85% É DESRESPEITO!

43% DE REAJUSTE PARA TODOS/AS OS/AS SERVIDORES MUNICIPAIS!

      PMT faz descontos ilegais
     O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB) atacou mais uma vez os trabalhadores e as trabalhadoras da educação municipal de Teresina promovendo descontos em seus contracheques de forma ilegal. Fomos surpreendidos até com contracheques zerados. Desde a manhã de ontem, 29/05, no SINDSERM recebemos telefonemas denunciando descontos nos contracheques. Alertamos a todos(as) servidores(as) da educação que verifiquem seus saldos bancários, caso seja identificado o desconto que dirija-se ao SINDSERM (rua Quintino Bocaiuva, 446, centro/norte), para que possamos tomara as medidas cabíveis.

TODOS E TODAS PARA A ASSEMBLEIA GERAL DIA 03 DE JUNHO, 
ÀS 8H, NA CÂMARA MUNICIPAL. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!