Prefeito Elmano Ferrer (PTB) tenta criar outro sindicato

Para não pagar o retroativo da mudança de nível, a PMT tentar dar mais um golpe!

Durante três longos anos (2008 a 2010) a chapa da Prefeitura "Fazer Diferente" esteve à frente do SINDSERM, com a missão de frear nossas lutas e evitar que conseguíssemos vitórias contra o poder municipal que, historicamente, vem destruindo os direitos dos servidores e servidoras.

Desta vez o alvo é a ação da mudança de nível, que já transitou em julgado e a PMT vem fazendo manobras jurídicas para não pagar.  Infelizmente, a direção anterior ajudou a Prefeitura a não cumprir a decisão judicial.

Neste caso em específico a gestão Fazer Diferente, na pessoa do advogado Odermam Medeiros, trabalhou contra os servidores ao fazer um "Pedido de Certidão" em que afirma, no seu item 4, ser "forçoso concluir que somente os servidores da Administração Direta serão contemplados pela sentença." e mais adiante requer um documento "que certifique ainda que no pólo passivo da ação ficaram de excluídas as Fundações Públicas, Empresas Públicas e autarquias do Município de Teresina." Facilitando assim o trabalho da PMT.

Celso Henrique (PTS) e Edmar querem criar um sindicato pelego!

Quando a gestão Base em Ação assumiu o SINDSERM, a PMT perdeu o controle do sindicato.  Agora a tática deles é desmembrar do SINDSERM todos os servidores que tem direito a receber o retroativo da mudança de nível.

Para executar seu plano, o prefeito acionou Celso Henrique (PTS), assessor técnico de Elmano Ferrer desde junho de 2010, que foi candidato a tesoureiro na chapa governista (Chapa 2) derrotada em dezembro último. Celso, que também é presidente da UGT (União Geral dos Trabalhadores) central sindical governista, pediu ajuda do seu parceiro Edmar, e publicaram na surdina um edital no Diário Oficial da União, em 03 de março de 2011, convocando os técnicos administrativos ativos e inativos da administração direta e indireta, autarquias e fundações da prefeitura para uma assembleia geral para criação de um sindicato da categoria.

O evento está marcado para às 13 horas de hoje (14 de março) no "Clube do Gari", e o SINDSERM - Base em ação convoca a todos (as) os (as) servidores (as) a comparecerem a esta assembleia para barrarmos mais um plano maquiavélico da Prefeitura contra seus servidores.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.