Servidores Municipais paralisarão dia 1º de abril e ameaçam entrar em estado de greve.

Servidores Municipais paralisarão dia 1º de abril e ameaçam entrar em estado de greve.

Os servidores públicos municipais de Teresina realizarão uma paralisação de 24 horas e uma assembleia na manhã desta sexta para discutir o silencio da PMT para a proposta de reajuste salarial enviada pelo SINDSERM.  Apesar de a direção do sindicato já ter sido recebida por alguns dos secretários municipais, seu pedido de audiência com o prefeito Elmano Ferrer continua sem respostas e, enquanto seus auxiliares só prometem atender as demandas da categoria, nada se ver de concreto.  

A direção do SINDSERM já enviou inclusive sua proposta de reajuste salarial para a categoria sem que, no entanto, houvesse qualquer contraproposta da administração municipal.  Sem falar em denúncias que chegam a todo momento trazidas pelos servidores de desrespeito de seus superiores hierárquicos.  Se permanecer o silêncio, os servidores ameaçam entrar em estado de greve.

Na ocasião o SINDSERM vai relembrar as velhas e novas mentiras que a PMT espalha na cidade sobre o servidor público municipal. No dia primeiro de abril, dia da mentira, o sindicato vai desmascarar os mitos de que o servidor municipal ganha bem, de que é relapso e de que a gestão tucano-petebista, que gere o município há pelo menos vinte anos, é eficiente e trata bem seus servidores.  São anos de arrocho salarial, desmandos e clientelismo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!