Prefeitura de Teresina planeja levar educação pública para a privada. (parte 02)

SEMEC não investe em qualidade e quer dá bolsa em escolas privadas para alunos da rede pública municipal

SEME

Os jornais de Teresina circularam no último final de semana com uma manchete sintomática, o novo secretário de educação do município, Paulo Machado, dono de uma escola privada da capital planeja levar os melhores alunos da rede pública municipal para escolas privadas.

O secretário, através do programa "Cidade Olímpica", quer dá bolsas de estudos em escolas privadas aos alunos da rede municipal que melhor se saírem nas olímpíadas de física, matemática, química e português.  Ou seja, ao invés de investir no ensino público gratuito e estatal, ele quer privilegiar o ensino privado o qual representa.

É MAIS UMA PROVA DA OPÇÃO PREFERENCIAL PELOS RICOS DA PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA.

Comentários

  1. Coisa mais sem rumo! E o que será da escola pública sem os alunos que se destacam em olimpíadas ou coisas parecidas. E ainda tem essa conversa de privilegiar a escola privada.

    São bons alunos? Pois que a PMT invista cada vez mais nas escolas públicas para que a educação tenha melhor qualidade e tenhamos, enfim, uma escola pública repleta de bons alunos e, principalmente, mentes esclarecidas.

    Acaba não, mundão!

    P.s.: Joaquim mais uma vez genial com os seus cartuns.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.