ALERTA: Prefeitura já planeja aumento do IPMT!

Servidores de Teresina devem ter reajuste no plano de saúde

'Na minha concepção deve existir uma reavaliação', afirma diretor do IPMT

O Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Teresina – IPMT aumentou o valor dos recursos previdenciários de 94 milhões para 186 milhões de reais no intervalo de um ano, tendo em vista que existe a perspectiva de majorar o valor para 200 milhões de reais até o final de 2010. A entidade criada através da Lei Municipal nº 2.062, de 18 de julho de 1991, tem por finalidade conceder benefícios previdenciários e de assistência à saúde aos servidores públicos do município de Teresina.

A Previdência Social é um seguro que garante a renda do contribuinte e de sua família, em casos de doença, acidente, gravidez, prisão, morte e velhice. Oferece vários benefícios que juntos garantem o futuro assegurando um rendimento seguro. “Para ter essa proteção, é necessário se inscrever e contribuir todos os meses. Em menos de um ano dobramos o valor arrecadado. Para se ter uma idéia, se por ventura o IPMT deixasse de arrecadar, o que temos em caixa ainda daria para pagar os servidores por mais de 20 anos”, comentou Carlos Filho, presidente do IPMT.

Segundo Carlos Filho, desde o início de sua gestão o órgão ainda aumentou em cem por cento, o valor do índice de compensação previdenciária, mecanismo que permite preservar em um regime de previdência pelo seu caráter contributivo, a responsabilidade pelo pagamento de um benefício previdenciário. “Até o ano passado, tínhamos uma média de compensação previdenciária de quinhentos a seiscentos mil reais por mês. Hoje o valor varia entre um milhão à um milhão e quinhentos mil reais por mês, que pode ser comprovado no Ministério da Previdência”, salientou.
Sobre as demandas que envolvem o Plante – Plano de Saúde Especial dos Servidores do Município de Teresina, o gestor enfatizou que as questões que relacionadas ao tema realmente custam caro e que a demanda é muito grande, sendo necessária uma reavaliação sobre a política de descontos no contra cheque do segurado, já que o plano é destinado aos servidores públicos municipais e seus dependentes, bem como os pensionistas.

“ O Plante objetiva oferecer a seus associados, cobertura financeira para condições superiores de hospitalização em estabelecimentos de saúde pública ou privada, credenciados, contratados ou conveniados com o IPMT, para essa necessidade. Na minha concepção deve existir uma reavaliação. Será que é o justo um segurado que possui um dependente pagar o mesmo valor do segurado que possui cinco?”, indagou.

Carlos Filho acrescenta que recentemente participou de uma audiência com a diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais, onde foi colocada a idéia de construir uma Policlínica onde funcionava o antigo prédio da Câmara Municipal de Teresina, porém, conta que na oportunidade ressaltou que, de acordo com seu ponto de vista, o servidor teria mais liberdade de escolher o profissional de sua preferência. “Acredito que com a criação de uma policlínica o servidor não teria a liberdade de escolher o seu médico, a clínica de sua confiança ou o especialista”, argumentou.

FONTE: http://www.180graus.com/politica/servidores-de-teresina-devem-ter-reajuste-no-plano-de-saude-460950.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!