Servidores dos Correios entram em greve contra a privatização dos Correios

Dos 35 sindicatos que representam a categoria em nível nacional, 31 já deflagrou greve por tempo indeterminado.


O Sindicato dos Servidores dos Correios do Piauí deflagrou greve por tempo indeterminado. 100% dos que estavam presentes na assembleia, realizada na noite desta terça (13), na sede da entidade localizada no centro de Teresina, concordaram com a paralisação dos serviços.


Segundo o comando de greve, a adesão é de 70%. Ficam prejudicados os serviços de atendimento nas agências e a entrega de correspondências.


A pauta da categoria é extensa. Os funcionários querem reajuste linear de R$ 400 para todas as categorias, reajuste de 16,7% nos salários e aumento do valor diário dos tíquetes de R$ 23 para R$ 30.


A direção nacional da empresa propõe R$ 50 de reajuste linear, reajuste de 6,87% e R$ 25 no valor do tíquete alimentação.




Mas o principal ponto da pauta de manifestação é contra a entrada do capital privado na empresa. O movimento interpreta isso como priovatização do setor e acredita que funcionários e a população que usa os Correios será prejudicada.


O movimento é nacional. Dos 35 sindicatos que representam a categoria no país, 31 já definiram por greve.


fonte: Cidadeverde.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!