Assembleia geral do SINDSERM - 28 de março

Mais uma vez as (os) servidoras (es) públicas (os) municipais de Teresina compareceram em peso para a Assembleia Geral do SINDSERM, realizada na manhã de hoje (28). Foram discutidas as pautas: campanha salarial de 2017, pauta de reivindicações da educação, greve da saúde municipal e pautas específicas do SAMU, além de informes dados pela direção, por servidoras (es) da base e pelas assessorias jurídica e de comunicação do SINDSERM.

Por meio de votação, realizada pela categoria de forma unificada, foi deliberada a continuidade da greve da saúde municipal por tempo indeterminado. O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Sílvio Mendes (PP), até o momento não atendeu as pautas de reivindicações da categoria que se fortalece com a organização do SAMU apresentando suas pautas específicas frente ao descaso da Prefeitura Municipal de Teresina que tem sucateado a frota de ambulâncias e motolâncias, não oferece condições de trabalho adequadas para as (os) servidoras (es) e compromete um serviço essencial, responsável por salvar vidas diariamente.


A categoria acumula perdas salariais de 43,21%, além do caso específico do magistério em relação ao FUNDEF. A próxima Assembleia Geral foi deliberada para o próximo dia 28 de abril, data escolhida pelas centrais sindicais brasileiras para uma greve geral contra a Reforma da Previdência.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!