Servidores(as) do Município lotam Teatro de Arena em mais uma Assembleia Geral, nesta quarta-feira, 30 de maio. Indicativo de Greve da Educação dia 12 de junho

Em Assembleia Geral que aconteceu nesta quarta-feira, 30 de maio, foram discutidos diversos temas de interesse da categoria, que foram: Negociação com a SEMEC (o cumprimento da Lei 11.738/2008, no que se refere ao 1/3 do Horário Pedagógico; publicação do edital e realização das eleições nas direções de escolas e CMEIS e outros pontos pendentes); Negociação com a STRANS e com a FMS; pagamento retroativo da mudança de nível dos servidores do município; Auxilio Transporte; IPMT, e CAMPANHA FORA MACHADO! 


Sobre o HP, ficou reafirmado durante a Assembleia desta quarta, o que o SINDSERM vem desde sempre orientando aos professores(as) e pedagogos(as): Nenhum professor deve assumir turmas a mais do que o recomendado(VER TABELAS ABAIXO). Sendo que, hora-aula tem duração de 50 minutos durante o dia e 40 minutos à noite, de acordo com a Portaria 240 MEC. Como também ficou acordado da confecção de um documento para colocar nos locais de trabalho, orientando de acordo com o nosso entendimento, sobre o Horário Pedagógico. 

Um documento informando o nosso entendimento sobre o HP já foi entregue ao Secretário de Educação do Município, como também pontos da Pauta de reivindicação da categoria que ainda estão pendentes, exigindo-se abertura imediata das negociações. Durante o encontro, foi lembrado ainda, que todos os professores devem ser multiplicadores no seu local de trabalho, e que estejam no seu  SINDICATO para ajudar na mobilização.

Sobre o IPMT, foi definido uma comissão de servidores(as) para construir uma pauta de propostas para iniciar dialogo com o presidente do Orgão, com também definir um calendário de manifestações. E nesse sábado haverá uma reunião com os servidores da Saúde(HUT e Raul Bacelar) pela manhã no SINDSERM. 

Sexta-Feira, 4 horas haverá uma reunião das(os) pedagogas(os) na sede do SINDSERM. E foi marcada uma nova Assembleia da Educação, com paralisação, para o dia 12 de junho, no Teatro de Arena, a partir das 8:30. O Encontro vai discutir os 20 pontos de pauta com INDICATIVO DE GREVE , caso não haja avanços nas negociações.







Comentários

  1. Além dos objetivos de fazer a prefeitura pagar os retroativos, de realizar a eleição para diretores de escolas e CMEIs e de cumprir 1/3 de HP, não devemos nos esquecer da campanha Fora, Machado!

    ResponderExcluir
  2. NÃO DEVEMOS NOS ESQUECER TAMBÉM DOS AUXILIARES ADMINISTRATIVOS DA PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA; NÃO HÁ SERVIDORES APENAS NA SEMEC, HÁ TAMBÉM NA STRANS,FMS,SEMA...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!