Termina a maior e mais vitoriosa greve dos servidores municipais de Teresina!


Após 88 dias muito intensos de uma greve que se tornou a maior e mais vitoriosa de todos os tempos, os servidores da educação municipal de Teresina suspenderam a paralisação na tarde desta quarta, 02/05, após a votação, na Câmara Municipal, do reajuste de 24,26% linear (para todas as classes e níveis) nos vencimentos dos professores e pedagogos, o que garantiu a estes profissionais um vencimento mínimo igual ao Piso Nacional do Magistério, estipulado pelo MEC.

Suspenderam a greve e voltaRAM para seu local de trabalho com a alma lavada e com a certeza do dever cumprido.


Os servidores municipais enfrentaram a truculência do secretário de educação Paulo Machado, o descaso do prefeito Elmano Férrer (PTB) e o autoritarismo de alguns diretores de escolas e CMEI’s.  Resistiram bravamente garantindo, ao final, não só o direito de receber em seus vencimentos o Piso Nacional do Magistério, como também:

  • . 12% na GID (Gratificação de Incentivo à Docência);
  •  12% na GIO (Gratificação de Incentivo Operacional - pedagogos/as);
  •  12% na GEZOR (Gratificação de Zona Rural); 
  • 39% na GIT (Gratificação Intraturno);
  • Titulação: Especialização - 10% vinculado ao vencimento; Mestrado - 20% vinculado ao vencimento e Doutorado - 20% vinculado ao vencimento;
  •  R$ 150,00 para pessoal de secretaria, alimentação, multimeios e infraestrutura, 
  • Auxílio-alimentação para todos que preencherem os requisitos de concessão (ata assinada)
  • Negociação para pagar o piso retroativo a janeiro (Ação impetrada pelo MPE contribui);
  • Eleições para Direção em TODAS AS 304 ESCOLAS E CMEIS (Educação Infantil) - Lei tramitando;
  • Decisão judicial favorável ao cumprimento do 1/3 de HP;
  • Professor auxiliar nas CMEIs em turmas de 15 alunos ou mais;
  • Convocação dos aprovados no último concurso;
  • Suspensão do fechamento da EM Eurípedes de Aguiar;
  • Garantia de pagamento em dia dos terceirizados regulares;
  • Fardamento para vigias (iniciando com licitação);
  • SEMA agilizará comissão de mudanças de nível na educação.
SINDSERM, GESTÃO BASE EM AÇÃO, SINDICATO É PRA LUTAR!!!
Estes são os principais pontos em que houve vitória, outras questões ficaram para futuras mesas de negociação ou para serem resolvidas no âmbito judicial.

O fator principal deste movimento, e responsável direto pelas suas vitórias, foi a ampla e irrestrita participação da base da categoria em cada passo da greve, nas assembléias, no comando de greve, nas ocupações e no acampamento, agindo e tomando decisões e fiscalizando a direção deste sindicato

Ao final ficou a certeza que SÓ A LUTA MUDA A VIDA!






Comentários

  1. Parabéns! Parabéns a todos que lutaram e não se deixaram esmorecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz por essa vitória!
      Reconheço a necessidade dos professores, mas as necessidades dos auxiliares administrativos não são atendidas após essas vitórias.
      O SINDSERM é, na verdade, um sindicato dos professores do município!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!