79% das (os) brasileiras (os) não confiam em Temer (PMDB) e trabalhadoras (es) organizam Greve Geral

A pesquisa divulgada pelo IBOPE/CNI*, referente ao mês de março deste ano, apontou que a confiança no governo de Michel Temer (PMDB) despenca cada vez mais, chegando ao percentual de 79% de brasileiras (os) que não confiam no presidente interino. Os números da pesquisa divulgada no dia 31 de março refletem a insatisfação da população contra os ataques à classe trabalhadora. 
De acordo com os dados, 55% avaliam o governo de Temer como ruim ou péssimo, 73% desaprovam sua maneira de governar e 79% não confiam na pessoa do presidente.


Também no dia 31 de março, o presidente sancionou a Lei da Terceirização que representa mais um ataque direto às (aos) trabalhadoras (es) e beneficia cada vez mais o setor privado, a precarização dos postos de trabalho e a alta rotatividade nos empregos. A facilidade de Temer em aprovar tais “pacotes de maldade” (como tem sido chamados os projetos) se deve aos interesses do Congresso em apoiar as empresas de parlamentares e sustentar a farra da imensa maioria daqueles que legislam em seu próprio benefício.
Os números reforçam a necessidade de todas e todos combaterem nas ruas e nos locais de trabalho as ameaças que vem do Governo Federal e refletem diretamente em decisões a nível estadual e municipal, tendo em vista, por exemplo, a ação de Temer em retirar servidoras (es) estaduais e municipais da Reforma da Previdência e apenas transferindo para os demais governos a responsabilidade pelos ataques.
O chamado é que no dia 28 de abril, os movimentos sociais, sindicatos e o conjunto de trabalhadoras (es) estejam nas ruas dizendo não à Reforma da Previdência, fortalecendo a greve geral em todo o país.

* pesquisa completa em: http://migre.me/wmDBE. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!