Educação municipal de Teresina (PI) entra em greve nesta segunda-feira, dia 6 de fevereiro!


Servidores da educação municipal deflagraram a greve em 18 de novembro do ano passado
por que o secretário Paulo Machado e o prefeito Elmano Férrer (PTB) não os recebem.

Na próxima segunda o SINDSERM realizará a primeira Assembleia Geral dos Servidores Municipais de Teresina de 2012, no dia 06 de fevereiro, às 8h, no Teatro de Arena. A assembleia irá ratificar a decisão deliberada pela última assembleia específica em iniciar greve dos servidores da educação, além disso, a pauta do encontro no próximo dia 06 discutirá a ação do retroativo de nível; a questão o vale-transporte e auxílio transporte; informações sobre o IPMT (previdência e saúde) e sobre a realização do III Congresso do SINDSERM.
A respeito da greve da educação, no dia 18 de novembro último, professores(as), pedagogos(as), técnicos e agentes de portaria decidiram que não iniciariam o período letivo de 2012, caso o prefeito Elmano Ferrer(PTB) não atendesse as reivindicações da categoria até o início das aulas, o que não aconteceu.
As reivindicações específicas da educação dizem respeito à realização imediata de eleições para direção de todas as Escolas e CMEIs; o cumprimento da Lei que institui o piso nacional para professores da educação básica e do horário pedagógico; Correção do Plano de cargos Salários conforme legislação federal, e discutir a política implementada pela PMT de fechamento de escolas, a exemplo da última tentativa de fechamento da E.M. Eurípedes de Aguiar.  “A SEMEC está resistindo em implantar o que manda o parágrafo quarto do artigo segundo da Lei 11.738 de 2008, que prevê que 2/3 da jornada de trabalho do professor está reservado para o horário pedagógico” afirma Joaquim Monteiro, diretor de comunicação do SINDSERM.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!